Trombose Venosa Profunda - TVP

Diagnóstico clínico

A trombose venosa profunda dos membros é uma doença em que ocorre um trombo mais reação inflamatória em uma veia profunda podendo provocar manifestações locais, regionais e sistêmicas.

A TVP tem maior incidência nos chamados doentes de risco isto é: doente acamado, pós-cirurgias, pós-parto, politraumatizados. O diagnóstico tem que ser o mais precoce possível, para impedir o aumento do trombo que pode levar a uma complicação fatal (embolia pulmonar) e se não for bem tratado poderá evoluir para uma insuficiência venosa crônica irreversível.

Sintomas:

Dor: é o sintoma mais comum da TVP dos membros inferiores, aparecendo em 81,7% dos doentes.

A dor é decorrente da distensão da veia, da inflamação vascular e perivascular e pelo edema muscular que expande o volume dos músculos no interior da massa muscular pouco distensível, ocasionando a pressão sobre terminações nervosas.

A dor pode ser espontânea, surgir em repouso e piorar quando o doente tenta apoiar o pé no chão ou deambular. Existe uma queixa de dor muito intensa na perna ou na coxa lancinante, insuportável que aparece no quadro da chamada "flegmasia coerulea dolens" que ocorre na trombose venosa maciça.

Cianose: não é muito frequente, mas fica mais acentuada com o doente em posição ortostática. É muito intensa nos doentes com flegmasia coerulea dolens.

Edema: deve se suspeitar fortemente de TVP quando o doente apresentar edema unilateral.

É um edema que evolui com o aumento do diâmetro do membro atingindo pele, subcutâneo e massa muscular. Alguns doentes podem apresentar TVP distal atingindo apenas uma veia da perna, porém nestes casos, não apresenta edema, principalmente de repouso.

Outros sintomas são os relacionados com as manifestações gerais que podem ocorrer antes das manifestações locais: febre discreta (37,1 ou 37,2º C), taquicardia, mal-estar pelo corpo.

Testes para confirmação da TVP

O mais famoso é o Sinal de Homans que consiste na dorsiflexão do pé sobre a perna e o doente vai referir dor na massa muscular na panturrilha.
Sinal da Bandeira, quando um membro inferior é comparado com outro durante a palpação, nota-se menor mobilidade da panturrilha que fica empastada.
Sinal de Bancroft, quando palpada a musculatura da panturrilha contra a estrutura óssea o doente refere dor.

6 Comentários:

Anônimo disse...

Eu amo vc, autor deste site...

Anônimo disse...

Bancroft = sinal de thompson?

Adm. Blog disse...

O teste de Thomson é realizado ao fazer o diagnóstico de um tendão de Aquiles rompido.

Para realizar o teste de Thompson, o paciente deve ficar em decubito ventral sobre a mesa de exame. Os pés devem ficar extendidos para fora da mesa. O examinador então aperta o músculo da panturrilha.

Este movimento, em um paciente normal, deve fazer com que pé realize uma discreta flexão plantar. Em um paciente com um tendão de Aquiles rompido, o pé não irá se mover. Isto é chamado um teste de Thompson positivo, é um teste muito parecido com o Bancroft

Marcelo Martins disse...

Muito Bom esse Blog !!!

Anônimo disse...

Muito bom! Material rico...

Anônimo disse...

Muito bom esse blog, parabens.

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu nome ou apelido, mesmo que fictício. Comentários anônimos não serão respondidos.

Postagens populares

Como fazer download no 4shared

Termos de uso

Ano IV - © Tânia Marchezin - Fisioterapeuta - Franca/SP

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger .

TOPO