Substâncias neuroendócrinas influenciadas pela massagem

Dopamina: influencia a atividade motora que envolve o movimento (especialmente o movimento delicado aprendido, como o de escrever), a seleção consciente (capacidade de concentrar a atenção) e o humor em termos de inspiração, intuição de possibilidade, alegria e entusiasmo. Efeitos opostos são resultantes de baixos níveis de dopamina. A massagem parece aumentar o nível de dopamina disponível no corpo.

Serotonina: permite que uma pessoa mantenha um comportamento adequado - regula o humor, atenção a pensamentos e efeitos calmantes, reduz a irritabilidade, envolve a saciedade, modula o ciclo de sono/vigilia. Acredita-se que a massagem aumenta o nível disponível de serotonina.

Epinefrina/adrenalina e norepinefrina/noradrenalina: a epinefrina ativa mecanismos de excitação no corpo e a norepinefrina funciona mais no cérebro. São substancias químicas da ativação, excitação, do alerta e do alarme e em todos os comportamentos e funções de excitação simpática.

Os baixos níveis destas substancias tornam o individuo moroso, sonolento e com baixa reatividade. Parece que a massagem tem um efeito regulador sobre estas substancias por meio da estimulação ou inibição do sistema nervoso parassimpático, ou seja, dependendo da resposta do SNA, a massagem pode despertar uma pessoa com facilidade e aliviar a fadiga ou pode acalmar uma outra que esta furiosa, pois inicialmente o toque estimula o sistema nervoso simpático; após quinze minutos, em media, com uma estimulação sustentada e que ocorre o engajamento das funções parassimpáticas.

Encefalinas / endorfinas: são levantadoras de ânimo que dão suporte as saciedades e modulam a dor. A massagem aumenta os níveis destas substancias.

Ocitocina: hormônio relacionado aos sentimentos de atração e de tomar conta, bem como durante a gravidez e a lactação. A massagem tende a aumentar o nível disponível desta substancia

Cortisol: este e outros glicocorticóides são hormônios produzidos pelas glândulas supra-renais e tem sido relacionado a sintomas e doenças associadas ao estresse, inclusive estados de imunidade suprimida, perturbações do sono e aumentos no nível da substancia P. A massagem reduz os níveis destas substancias.

Hormônio do crescimento: promove a divisão celular e, em adultos, atua nas funções de regeneração e reparação de tecido. E mais ativo durante o sono. A massagem dinamiza, de maneira indireta, a disponibilidade deste hormônio, encorajando o sono e reduzindo o nível de cortisol. A produção deste hormônio foi observada em bebes que foram tocados.

Autores: Cláudia Marchetti Vieira da Cruz, Fátima Aparecida Caromano

2 Comentários:

Louise Tommasi disse...

Não há o que acrescentar no que é simples e bem escrito. Obrigada por esta ponte e fonte de conhecimento.
Grande abraço e excelente semana.

Adm. Blog disse...

Obrigada pela gentileza Louise, adorei seus blogs.
Abraços

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu nome ou apelido, mesmo que fictício. Comentários anônimos não serão respondidos.

Como fazer download no 4shared

Termos de uso

Ano IX - © Tânia Marchezin - Fisioterapeuta - Franca/SP

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger .

TOPO