Fisioterapia na abdominoplastia

Na atualidade, existe uma constante busca por um corpo perfeito. As cirurgias plásticas podem propiciar esta transformação, levando as pessoas que se submetem a tal procedimento a melhorarem sua auto-estima e bem-estar. É verdade que possam existir as intercorrências, porém quando realizados cuidados como os pré-operatórios (exames laboratoriais, risco cirúrgico, dentre outros) e também os pós-operatórios (obedecer às indicações e aos cuidados recomendados pelos cirurgiões), diminuem as possibilidades de complicações e/ou resultados inestéticos.

Uma das intervenções cirúrgicas comumente realizadas é a abdominoplastia, apesar de proporcionar uma seqüela cicatricial extremamente agressiva e antiestética. A abdominoplastia consiste na retirada de tecido subcutâneo excedente na região do abdome, através de uma incisão supra-púbica com transposição do umbigo e com plicatura dos músculos reto-abdominais. Esta por sua vez, vem sendo associada a uma lipoaspiração, com a intenção de proporcionar retirada de excesso de gordura através de finas cânulas, possibilitando uma redefinição global do tronco.

A abdominoplastia é indicada para indivíduos que apresentam gordura localizada abdominal, flacidez decorrente de emagrecimento ou gravidez, flacidez aponeurótica, diástase abdominal, abaulamentos e hérnias.

Dentre as complicações pós-cirúrgicas locais mais comuns temos: hematomas, seromas, infecções na cicatriz cirúrgica, deiscência, necrose cutâneo-gordurosa, alterações cicatriciais, assimetrias, retrações, desvios laterais do umbigo, elevação dos pelos pubianos, irregularidades da parede abdominal, etc.

A Fisioterapia dermato-funcional tem sido amplamente recomendada pelos cirurgiões plásticos como forma de procedimento de tratamento para as cirurgias plásticas, especialmente nos casos de abdominoplastias associadas à lipoaspiração. O tratamento fisioterapêutico no pós-cirúrgico possibilita: melhora significativa na textura da pele, ausência de nodulações fibróticas no tecido subcutâneo, redução do edema, minimização de possíveis aderências teciduais, bem como maior rapidez na recuperação das áreas com hipoestesias, ou seja, não só possibilita uma redução das prováveis complicações, como também retorna o paciente mais rapidamente ao exercício das suas atividades de vida diária.

Dentre os recursos indicados para possibilitar a melhora na recuperação do ato cirúrgico temos a crioterapia, cuja utilização promove resfriamento do local aplicado, ocasionando vasoconstrição, minimizando o extravasamento sanguíneo e reduzindo a dor. A endermoterapia é também utilizada, pois desagrega as fibroses promovendo com isso um tecido mais uniforme.

O ultra-som terapêutico, na freqüência de 3MHz, é bastante usado na fase inflamatória para reabsorção de hematomas, diminuindo as chances de formações fibróticas e ainda melhoram a nutrição celular, reduzindo o edema e a dor, conseqüências da melhora na circulação sangüínea e linfática. A drenagem linfática manual atua no deslocamento de proteínas extravasadas para serem reabsorvidas, equilibrando as pressões hidrostáticas e tissulares, diminuindo o edema e pode ser iniciada após 48 horas de ocorrido a cirurgia.

A massagem clássica também é um tipo de massagem que pode ser usada no sentido de mobilizar estruturas variadas, bem como para aliviar a dor e diminuir o edema, uma vez que ela produz um aumento do fluxo sanguíneo, melhorando a nutrição celular e conseqüentemente proporcionando benefícios ao organismo, podendo ser realizada depois do trigésimo dia de pós-cirúrgico.

Devido a Fisioterapia dermato-funcional vir desempenhando notável papel no tratamento pós-cirúrgico deste tipo de afecção, despertou-se o interesse em pesquisar as peculiaridades de sua atuação. O referido trabalho vem então, enfatizar a importância da Fisioterapia no contexto dos tratamentos pós-operatórios das cirurgias plásticas de abdome na minimização do edema pós-cirúrgico.

Objetivos do Tratamento:

Como objetivos para o tratamento fisioterapêutico foram traçados os seguintes:
Alívio da dor e do edema;
Melhora da circulação veno-linfática;
Prevenção de possíveis complicações (seromas, fibroses, aderências, etc);
Favorecimento da reestruturação tecidual e aceleramento do processo de cicatrização;
Promover recomendações com a intenção de ajudar no tratamento e favorecer uma recuperação mais rápida.

Programa de Tratamento:

A) 7ºdia do pós-operatório (DPO)

Crioterapia nas áreas dos flancos que apresentavam equimoses, por 20 min;
Ultra-som 3MHz; 0,5 W/cm² por 10 min. na cicatriz cirúrgica (fechada); o cabeçote foi limpo com álcool a 70% antes da aplicação.
Drenagem linfática manual no abdome, costas e membros inferiores, feita nos decúbitos dorsal e lateral por 50 min (preservação da postura cirúrgica).

B) 30º dia do pós-operatório (DPO) em diante

Ultra-som 3MHz; 0,5w/cm² por 10 min. na cicatriz cirúrgica;
Vacuoterapia: depressomassagem pulsátil com pulso de 25 realizada 05 minutos em cada flanco e depressomassagem contínua com a pressão suportável pela paciente (entre 100 e 200 mmHg) por 05 minutos em cada flanco. A primeira realizada para a desfibrosagem e a segunda realizada para favorecer o remodelamento corporal.
Massagem clássica por 10 min nos flancos e abdome;
Drenagem manual linfática no abdome, costas e membros inferiores por 40 min nos decúbitos dorsal e ventral.

C) Recomendações

Hidratar a pele com óleo de amêndoas doces e fazer uma ingestão de oito copos de água/dia;
Fazer uso da cinta compressiva por 60 dias;
Não se expor ao sol;
Não utilizar vestimentas apertadas;
Não tomar banhos quentes;
Evitar atividades que necessitam esforço físico.

Autores: Mariana de Morais Coutinho, Rafaela Barbosa Dantas, Fábio dos Santos Borges, Inês Cristina da Silva

1 Comentário:

Robilene Costa disse...

Qt tempo depois da abdominoplastia posso iniciar sessões de corrente russa?

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu nome ou apelido, mesmo que fictício. Comentários anônimos não serão respondidos.

Como fazer download no 4shared

Termos de uso

Ano IX - © Tânia Marchezin - Fisioterapeuta - Franca/SP

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger .

TOPO