Músculos respiratórios

Os músculos respiratórios são constituídos por fibras estriadas e apresentam as seguintes características:

• apresentam 55% de fibras estriadas do tipo I vermelhas(resistentes a fadiga) e 45% de fibras estriadas tipo II brancas (fatigáveis) .
• os músculos respiratórios trabalham vencendo cargas elásticas , que são as forças de retração dos pulmões e caixa torácica e cargas resistivas das vias aéreas .
• os músculos respiratórios contraem-se de maneira rítmica , intermitente e durante toda a vida

1 . Músculos Inspiratórios

A. Diafragma - principal músculo inspiratório , com forma de cúpula voltada cranialmente , e separa a cavidade abdominal da cavidade torácica.

É constituído de uma camada muscular que se origina nas costelas inferiores e coluna lombar que se inserem no tendão central . É inervado pelo nervo frênico , que sai das raízes de C3 a C5.

Na inspiração de repouso o diafragma é responsável por 70% do volume inspirado .
Quando o diafragma se contraí o conteúdo abdominal é deslocado para baixo e para frente , aumentando o diâmetro céfalo-caudal do tórax , a parte distal das costelas são levantadas e giram para fora.

Em repouso o deslocamento do diafragma é aproximadamente de 1 cm , e nas inspiração forçada , pode chegar até a 10 cm.

As fibras musculares do diafragma são divididas em porção costal e porção vertebral , as fibras posteriores , vertebrais , originam-se nas 3 primeiras vértebras lombares e nos ligamentos arqueados medial e lateral . As fibras costais originam-se anteriormente no processo xifóide do esterno e nas margens superiores das seis últimas costelas.

Em estudos isolados dessas porções observou-se que as fibras costais ao se contraírem fazem a cúpula diafragmática descer , aumentando a pressão abdominal e a caixa torácica move-se através do movimento de alça de balde . Quando a porção vertebral se contraí , a cúpula diafragmática desce e aumenta a pressão abdominal , porém não age sobre o gradil costal.

As fibras costais do diafragma justapõem-se ao gradil costal , a essa área dá-se o nome de área de aposição.

A configuração geométrica do diafragma é a convexidade voltada para cima , a forma de cúpula do diafragma produz um raio de curvatura na convexidade , que obedece a lei de Laplace (P=Tensão/raio de curvatura ) , quando o diafragma esta alongado , o raio de curvatura esta menor , portanto desenvolve mais tensão do que se estivesse aplainado , e com o raio de curvatura aumentado.

B . Músculos Intercostais - localizam-se entre as costelas , o músculo intercostal interno vai desde o esterno até o ângulo da costela e subdivide-se em porção intercondral(paraesternal) e interóssea. O músculo intercostal externo vai desde a articulação costovertebral até a origem da cartilagem costal . São inervados pelos nervos intercostais que são derivados do 1o ao 12o segmento torácico.

Há muitas controvérsias sobre as ações da musculatura intercostal , na respiração , mas basicamente o músculo intercostal externo e a porção intercondral do intercostal interno são inspiratórios e a porção interóssea do intercostal interno é expiratória.

C . Escalenos - os músculos escalenos se originam das 5 últimas vértebras cervicais e inserem na borda superior da primeira costela , porção medial e anterior. Quando se contraem elevam as costelas e o esterno , no movimento denominado braço de bomba .
Em estudos feitos por De Troyer , observou-se que em pessoas normais , na posição sentada , sempre há contração dos paraesternais e dos escalenos durante a inspiração de repouso , não havendo portanto razão para classificar os escalenos como músculos acessórios , mas sim como músculo principal da inspiração.

Os escalenos atuam para expandir a caixa torácica superior , e os paraesternais agem no esterno e diafragma , atuando no tórax inferior e abdômen.

D . Músculos acessórios da inspiração - peitoral maior , peitoral menor , trapézio , serrátil anterior e o esternocleidomastoídeo.

2) Músculos expiratórios

A. Músculos abdominais - são compostos pelo reto abdominal , oblíquo interno , oblíquo externo e transverso.

O reto abdominal origina-se na quinta , sexta e sétima cartilagens costais e esterno e se insere no púbis.

O oblíquo externo origina-se nas últimas costelas e insere-se na crista ilíaca , tubérculo púbico e linha alba.

O oblíquo interno origina-se na parte lateral do ligamento inguinal e fáscia tóracolombar e se insere no púbis , linha alba e cartilagem das três últimas costela.

O transverso abdominal origina-se na face interna das seis últimas costelas , onde se interdigitaliza com as fibras costais do diafragma , fáscia lombar , crista ilíaca e ligamento inguinal , inserindo-se na aponeurose ventral.

A função desses 4 músculos são :

• quando se contraem , empurram a parede abdominal para dentro , aumentando a pressão abdominal , o diafragma se desloca para cima , aumentando a pressão pleural e a saída de ar , sendo importantes músculos para a tosse e expiração forçada.

• suas inserções no gradeado costal sugerem que ao contraírem tracionam as costelas para baixo.

A função da musculatura abdominal é expiratória , porém apresentam papel importante na ação do diafragma na inspiração.

Os abdominais , facilitam a ação do diafragma , através da contração abdominal persistente , que faz com que o diafragma se encontre mais alongado no início da inspiração , além de manter fixada as vísceras abdominais para que o diafragma , possa apoiar seu centro tendíneo nas vísceras e atuar na elevação das costelas.

3 Comentários:

Anônimo disse...

legal:)

Anônimo disse...

Conteúdo muito bom. Parabéns!

Anônimo disse...

Gostei me ajudou na cola de um trabalho meu! hihihi =D

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu nome ou apelido, mesmo que fictício. Comentários anônimos não serão respondidos.

Postagens populares

Como fazer download no 4shared

Termos de uso

Ano IV - © Tânia Marchezin - Fisioterapeuta - Franca/SP

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger .

TOPO