COLABORE COM O BLOG...COLABORE COM O BLOG...COLABORE COM O BLOG...COLABORE COM O BLOG

Principais Sinais ou Sintomas Sugestivos de Doença Cardiovascular, Pulmonar ou Metabólica

Esses sinais ou sintomas devem ser interpretados dentro do contexto clínico no qual parecem, pois nem todos são específicos para doença cardiovascular, pulmonar ou metabólica

Dor, desconforto (ou outro equivalente anginoso) no tórax, pescoço, maxila, braços, ou outras áreas que possam resultar da isquemia.

Uma das principais manifestações de doença cardíaca, em particular de doença coronariana.

As características-chave que favorecem uma origem isquêmica incluem:

-Natureza: constritora, compressiva, em queimação, “aflitiva” ou “sensação de peso”.
-Localização: subesternal, através da região mediotorácica anteriormente; em ambos os braços, ombros, no pescoço, bochechas, dentes, nos antebraços, dedos, na região interescapular.
-Fatores desencadeantes: exercício ou esforço, excitação, outras formas de estresse, clima frio, ocorrência após as refeições.

As características-chave contra uma origem isquêmica incluem:

-Natureza: dor enfadonha; “como punhalada”, intensa, penetrante, “estocadas” agravadas pela respiração.
-Localização: na área submamária esquerda; no hemitórax.
-Fatores desencadeantes: após ter completado um exercício, desencadeada por um movimento corporal específico.

Falta de ar em repouso ou com esforço leve

A dispnéia (definida como uma sensação anormalmente desconfortável da respiração) é um dos principais sintomas de doença cardíaca e pulmonar. Ocorre comumente durante o esforço extenuante em pessoas sadias e bem treinadas, e durante um esforço moderado nas pessoas sadias, porém destreinadas. No entanto, deve ser encarada como anormal quando ocorre com um nível de esforço que normalmente não deveria induzir esse sintoma num determinado indivíduo. A dispnéia anormal aos esforços sugere a presença de distúrbios cardiopulmonares, em particular disfunção ventricular esquerda ou doença pulmonar obstrutiva crônica.

Tonteira ou síncope

A síncope (definida como perda de consciência) é causada comumente por uma perfusão reduzida do cérebro. A tonteira e, em particular, a síncope durante o exercício pode resultar de distúrbios cardíacos que impedem a elevação normal (ou que acarreta uma queda real) no débito cardíaco. Esses distúrbios cardíacos são potencialmente ameaçadores e incluem a doença coronariana grave, a miocardiopatia hipertrófica, a estenose aórtica e as disritmias ventriculares malignas. A tonteira ou a síncope logo após a parada do exercício não devem ser ignoradas, porém esses sintomas podem ocorrer até mesmo em pessoas sadias como resultado de redução no retorno venoso ao coração.

Ortopnéia ou dispnéia paroxística noturna

Ortopnéia se refere a dispnéia que ocorre em repouso na posição reclinada e que é aliviada prontamente ao sentar-se com o tronco na vertical ou a ficar na posição ereta. Dispnéia paroxística noturna refere-se a dispnéia, que começa habitualmente 2 a 5 horas após o início do sono, que pode ser aliviada ao sentar-se sobre a parte lateral da cama ou ao levantar-se. São ambas sinônimos de disfunção ventricular esquerda. Apesar de a dispnéia noturna poder ocorrer em pessoas com doença pulmonar obstrutiva crônica, ela difere por ser aliviada habitualmente depois que a pessoa se livra de suas secreções até mesmo sem levantar-se.

Edema nos tornozelos

O edema bilateral nos tornozelos que se torna mais evidente de noite é um sinal característico de insuficiência cardíaca ou de insuficiência venosa crônica bilateral. O edema unilateral de uma membro resulta com freqüência da trombose venosa ou do bloqueio linfático no membro. E edema generalizado (conhecido como anasarca) ocorre em pessoas com síndrome nefrótica, falência cardíaca grave ou cirrose hepática.

Palpitações ou taquicardia

As palpitações (definidas como uma percepção desagradável do batimento forçado ou rápido do coração) podem ser produzidas por vários distúrbios do ritmo cardíaco. Esses incluem taquicardia, bradicardia de início súbito, batimentos ectópicos, pausas compensatórias e volume sistólico acentuado que resultam de regurgitação valvular. As palpitações resultam também com freqüência dos estados ansiosos e dos estados com alto débito cardíaco (ou hipercinéticos) tais como anemia, febre, tireotoxicose, fístula arteriovenosa e a denominada síndrome idiopática do coração hipercinético.

Claudicação intermitente

Claudicação intermitente refere-se à dor que ocorre num músculo com suprimento sanguíneo inadequado (em geral, como resultado como da aterosclerose) que é sobrecarregado pelo exercício. A dor não ocorre ao ficar-se de pé ou sentado, pode ser reproduzida de um dia para o outro, é mais intensa ao se caminhar morro acima ou a se subirem escadas, sendo descrita com freqüência como cãibra, que desaparece em um ou dois minutos após interromper o exercício. A doença coronariana é mais prevalente nas pessoas com claudicação intermitente. Diabéticos correm maior risco para essa condição.

Sopro cardíaco conhecido

Apesar de alguns deles serem inocentes, os sopros cardíacos podem indicar doença valvular ou cardiovascular de outro tipo. Do ponto de vista da segurança do exercício é especialmente importante excluir a miocardiopatia hipertrófica e a estenose aórtica como causa subjacente, pois essas estão entre as causas mais comuns de morte cardíaca súbita relacionada aos esforços.

Fadiga incomum ou falta de ar com as atividades habituais

Embora possam existir origens benignas para esses sintomas, eles podem assinalar também o início ou uma mudança no estado da doença cardiovascular, pulmonar ou metabólica.


Fonte: Diretrizes do ACSM para os Testes de Esforço e sua Prescrição / American College of Sports Medicine - traduzido por Giuseppe Taranto. – Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 2007.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu nome ou apelido, mesmo que fictício. Comentários anônimos não serão respondidos.

Postagens populares

Como fazer download no 4shared

Termos de uso

Ano IV - © Tânia Marchezin - Fisioterapeuta - Franca/SP

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger .

TOPO