Aplicações da Corrente Russa


Indicações

Flacidez abdominal, glútea e em membros superiores / inferiores
Flacidez muscular após parto, emagrecimento e pós-cirúrgico
Drenagem linfática dos membros inferiores

Cuidados e Contra-Indicações

Não existe até hoje contra-indicação absoluta para o uso de correntes elétricas para estimulação muscular; porém, algumas precauções devem ser tomadas:

Marcapassos Cardíacos: pode haver interferências
Cardiopatas: podem apresentar reações adversas
Gestantes
Não Estimular Sobre os Seios Carotídeos: pode exacerbar reflexos vago-vagais
Estimular com Intensidades Reduzidas as Regiões do Pescoço e da Boca: para evitar espasmos dos músculos laríngeos e faríngeos
Fraturas Ósseas Recentes ou Não Consolidadas
Hemorragia Ativa
Flebite, Tromboflebite e Embolia
Processos Infecciosos
Câncer
Lesões musculares, tendinosas e ligamentares (absoluta)
Inflamações articulares em fase aguda
Espasticidade (exceto para a técnica de inibição funcional)
Miopatias que impeçam a contração muscular fisiológica (desnervação, etc)

Precauções

* Não contrair um músculo em excesso e de forma súbita para evitar uma lesão muscular
* Acoplar corretamente as placas ou faixas condutoras com gel condutor. A pele deve ser previamente limpa na área onde serão colocados os eletrodos.
* Verificar se as placas ou faixas condutoras estão bem posicionadas e fixadas
* A colocação das placas ou faixas condutoras deverá ser realizada com o equipamento ligado, mas com as intensidades zeradas. Jamais manuseie as placas ou faixas condutoras durante a terapia se elas não estiverem com sua intensidade zerada.
* O uso indevido (tempo total da terapia/ T On/ T Off) pode causar fadiga muscular. Portanto deve-se adequar os valores de tempo, de acordo com as característica físicas do paciente.
* Exigir o máximo de contração muscular dentro do limite tolerável pelo paciente. Algumas pessoas se assustam facilmente com a possibilidade de receber um estímulo elétrico, mesmo que controlado, e solicitam que a intensidade fique sempre em limites muito baixos de contração muscular, o que não contribui para o tratamento.
* Espasmos severos nos músculos da laringe e faringe podem vir a ocorrer se os eletrodos forem colocados muito próximos do pescoço. Estas contrações podem gerar dificuldades para a respiração
* A duração do tratamento é de aproximadamente 20 sessões, podendo ser estendido sem nenhum problema, pois o mesmo não apresenta efeitos sistêmicos.
* Normalmente as sessões para cada músculo ou grupo muscular são intervaladas.
* Não ligue ou desligue totalmente o equipamento com os eletrodos conectados ao paciente
* Use somente os eletrodos e cabos originais do equipamento. Eles foram testados e aprovados para uso

Preparação do cliente

Posicione os eletrodos na cliente, utilizando gel sem qualquer princípio ativo, e depois de ajustados os parâmetros libere a intensidade nos canais.

Nota: segue adiante uma demonstração de todos os músculos para facilitar a colocação de eletrodos nos ventres musculares

O modo Reciproc (R) atua alternando a saída de corrente entre os canais 1-2-3-4 com os canais 5-6-7-8, ou seja, ora os canais do primeiro grupo atuam, ora os canais do segundo grupo atuam. Neste modo, On time é igual à Off Time e é possível trabalhar músculos agonistas e antagonistas. Indicado para fortalecimento muscular.

Exemplos para Colocação de Eletrodos:


- Canais 1 e 2 nos bíceps direito e esquerdo

- Canais 3 e 4 nos reto abdominais direito e esquerdo

- Canais 5 e 6 nos tríceps direito e esquerdo

- Canais 7 e 8 nos oblíquos direito e esquerdo


- Canais 1 e 2 nos reto abdominais direito e esquerdo

- Canais 3 e 4 nos reto femorais direito e esquerdo

- Canais 5 e 6 nos oblíquos direito e esquerdo

- Canais 7 e 8 nos abdutores OU adutores direito e esquerdo


- Canais 1 e 2, ou mais se necessário, nos glúteos direito e esquerdo

- Canais 3 e 4 nos bíceps femorais direito e esquerdo

Vale ressaltar que a colocação é feita de acordo com a avaliação realizada pelo (a) profissional!

O modo Synchro (S) faz com que todos os canais atuem simultaneamente, obedecendo aos tempos estabelecidos em On Time e Off time. Indicado para fortalecimento muscular.

Parâmetros:

On Time (s): ajuste do período de tempo que a corrente circula pelos eletrodos durante cada ciclo de estimulação. É o tempo de sustentação (on) do pulso, que é ajustável de 1 a 20 segundos, nos modos (R), (S) e (Q).
- Mínimo de 5 segundos e máximo de 15 segundos

Off Time (s): ajuste do período de tempo que a corrente não circula pelos eletrodos. É o tempo de repouso (off) do pulso, que é ajustável de 1 a 20 segundos, apenas no modo Synchro (S).
- Começar com valor idêntico ao tempo on e com a evolução do tratamento aumentar tempo on e manter off para melhor resultado. Só é ajustável no modo Synchro (S).

% Modulation: varia de 10% - 20% - 30% - 40% - 50%, sendo que a modulação de 10 a 20% é indicada para músculos pequenos, de 30% para músculos médios e de 40 a 50% para músculos maiores.

Tempo: o tempo de aplicação pode variar de 1 a 60 minutos, mas o indicado é no mínimo 20 minutos e no máximo, 40.

Freqüência: deve ser feita a seleção das fibras a serem recrutadas com freqüência portadora de 2500Hz:

- de 10 a 40 Hz: fibras vermelhas
- 50 Hz: fibras mistas
- acima de 60 Hz: fibras brancas

Segue abaixo as ilustrações de algumas colocações de eletrodos para fortalecimento nos modo Recíproco e Sincronizado:

Corporal



Facial

Parâmetros:

On Time (s): mínimo de 3 segundos e máximo de 7 segundos

Off Time (s): pode ser o mesmo do tempo on

% Modulation: 10 a 20%

Tempo: 10 a 12 minutos por músculos

Freqüência: deve ser feita a seleção das fibras a serem recrutadas com freqüência portadora de 2500Hz:

- 50 Hz: fibras mistas



O modo Seqüencial (Q) faz com os canais atuem seqüencialmente do menor para o maior, ou seja, do 1 para o 8, desde que estejam com dose. Você pode programar apenas os canais que desejar estimular, ou seja, não é necessário colocar dose em todos os canais para obter uma seqüência. Por exemplo, se você colocar dose apenas nos canais 2 ? 3 ? 5 ? 7 ? 8, a estimulação acontecerá de forma seqüenciada, do menor para o maior, apenas nestes canais. Neste modo, On Time é igual à Off Time e é o mais utilizado para estímulo ao sistema linfático (através da colocação no trajeto de grandes vasos com 10 Hz, como mostram as figuras 09 e 10, ou de bombeamento muscular com 50 Hz); porém, sugere-se que seja empregado posteriormente à drenagem linfática manual.

Parâmetros:

On Time (s): 3 a 6 segundos

Off Time (s): não há como ajustar. Segue automaticamente o tempo on.

% Modulation: 10 a 20%

Tempo: 20 a 30 minutos

Freqüência: 10 Hz para estímulo de musculatura lisa com freqüência portadora de 2500 Hz ou 4000 Hz

Exemplos de Colocação de Eletrodos para Estímulo ao Sistema Linfático

Região medial e lateral dos membros inferiores


Trajeto da safena



OBS: O bombeamento muscular pode ser realizado da seguinte forma:

- Canal 1: panturrilha

- Canal 2: região anterior da coxa

- Canal 3: região lateral da coxa

- Canal 4: região medial da coxa

- Repetem-se os outros canais na outra perna

- Vale ressaltar que a colocação está dividida apenas para melhor visualização.

- Pode-se também colocar 2 canais na região abdominal e apenas 6 nos membros inferiores

- Pode-se também estimular o sistema linfático nos membros superiores, colocando-se os eletrodos na mesma disposição da perna: região medial e lateral de braço e antebraço

O modo Continuous (C) fornece uma saída de corrente estável e constante em todos os canais. Não permite ajuste de On Time e Off Time, sendo utilizado para relaxamento muscular (analgesia) ou estímulo do metabolismo.

Parâmetros para estímulo metabólico:

% Modulation: 50%

Tempo: 40 minutos

Freqüência: 10 a 30 Hz com freqüência portadora de 2500Hz


Parâmetros para analgesia:

% Modulation: 20 a 30%

Tempo: 20 a 30 minutos

Freqüência: 5Hz para dores crônicas e 100Hz para dores agudas com freqüência portadora de 4000Hz


Fonte: Bioset

10 Comentários:

hobbyblogclube disse...

Olá!
Obrigado por sua atenção conosco!
Bjs!
Rike.

Adm. Blog disse...

Rike, eu que agradeço a oportunidade de conhecer e visitar um espaço tão receptivo e de leitura agradável.
Forte abraço

Cristiane disse...

Gostaria de saber se o método: corrente russa é dolirido.
Cris Ritzmann

Adm. Blog disse...

Olá Cris, a aplicação da corrente russa não é e nem pode ser dolorida, abraços

Anônimo disse...

teho um aparelho , mais tenho duvidas na utilizacao das frequencias e dos modos a serem utilizados e duracao de tempo do estimulo

Arlindo Brajão disse...

Olá, muito boa as explicações!
Fiz uma cirurgia de RT no tendão de aquiles e gostaria de fazer o fortalecimento na panturrilha com a corrente FES. Meu aparelo possui dois canais (4 eletrodos.) - Poderia me orientar as posições exatas dos eletrodos.
Muito obrigado!
Arlindo

Anônimo disse...

Olá, gostaria de saber quem realmente pode utilizar a corrente russa. Esteticista, Fisioterapeuta ou os dois profissionais, são legalmente amparados pela lei para usar este tipo de procedimento.
Obrigado !!!
Thyago Paiva.

Fatima Melo disse...

BOA NOITE! TANTO O FISIOTERAPEUTA QUANTO O ESTETICISTA ESTÃO APTOS A USAR ESSE APARELHO,POIS VC DEVE SE CERTIFICAR SE SÃO FORMADOS DE FATOS OU NÃO.

Fatima Melo disse...

BOA NOITE! TANTO O FISIOTERAPEUTA QUANTO O ESTETICISTA ESTÃO APTOS A USAR ESSE APARELHO,POIS VC DEVE SE CERTIFICAR SE SÃO FORMADOS DE FATOS OU NÃO.

Vitória de Assis disse...

olá, poderia colocar imagens dos músculos das costas onde posso receber eletroestimulação da corrente russa? , grata

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu nome ou apelido, mesmo que fictício. Comentários anônimos não serão respondidos.

Postagens populares

Como fazer download no 4shared

Termos de uso

Ano IV - © Tânia Marchezin - Fisioterapeuta - Franca/SP

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger .

TOPO