Prova fisioterapia TRT 9 FCC



CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

31. As grandes células gliais são chamadas de macróglia e as pequenas de micróglia. A função da micróglia é

(A) possibilitar sinapses com a macróglia.
(B) formar a bainha de mielina e limpar o ambiente neural.
(C) funcionar como sinalizadores celulares.
(D) funcionar como fagócitos e limpar o ambiente neural.
(E) formar a bainha de mielina e fornecer sustentação aos neurônios.

Resposta: 031 – D

32. As alterações hematológicas decorrentes do Lúpus Eritematoso Sistêmico podem ser

(A) anemia hemolítica; leucopenia; linfopenia; plaquetopenia.
(B) anemia falciforme; leucopenia; neutropenia; proteinúria.
(C) anticorpo antiDNA; neutropenia; linfopenia; proteinúria.
(D) anemia hemolítica; leucopenia; proteinúria; plaquetopenia.
(E) anticorpo antiDNA; neutropenia; proteinúria; plaquetopenia.

Resposta: 032 – A

33. O periósteo é constituído por

(A) 5 folhetos.
(B) 4 folhetos.
(C) 2 folhetos.
(D) 1 folhetos.
(E) 3 folhetos.

Resposta: 033 – C

34. A despolarização da membrana plasmática da terminação do axônio abre, transitoriamente, os canais dependentes de

(A) cloreto.
(B) cálcio.
(C) zinco.
(D) sódio.
(E) potássio.

Resposta: 034 – B

35. A camada mais superficial do pericôndrio é constituída por

(A) células condrogênicas.
(B) células osteogênicas.
(C) fibras condrogênicas tipo II.
(D) fibras colagenosas preferencialmente tipo III.
(E) fibras colagenosas preferencialmente tipo I.

Resposta: 035 – E

36. O sistema respiratório infantil não poder ser considerado como um sistema de um “miniadulto”. Este sistema passa por mudanças gradativas iniciadas a partir da fecundação, passando pela infância e que culminam na vida adulta. Em relação à distribuição da ventilação, é correto afirmar:

(A) Lactentes, crianças e adultos não diferem na distribuição da ventilação pulmonar.
(B) Lactentes e crianças ventilam preferencialmente as porções médias e adultos ventilam as porções superiores.
(C) Lactentes e crianças ventilam preferencialmente as porções superiores do pulmão, em vez das áreas dependentes, como ocorre nos adultos.
(D) Lactentes e crianças ventilam preferencialmente as porções inferiores do pulmão e adultos ventilam as porções superiores.
(E) Lactentes e crianças ventilam áreas independentes do pulmão, em vez das áreas superiores, como ocorre nos adultos.

Resposta: 036 – C

37. Sobre o Ateroma é correto afirmar:

(A) Ele pode gerar um fortalecimento da parede do vaso sanguíneo e formação de aneurisma.
(B) É uma doença da camada íntima das artérias sistêmicas.
(C) É uma doença que acomete a camada íntima das artérias e veias sistêmicas.
(D) É uma doença da camada íntima das veias sistêmicas.
(E) As complicações compreendem um aumento do fluxo sanguíneo.

Resposta: 037 – B

38. Na Doença de Dupruytren ocorre

(A) estreitamento dos sistemas de polias dos flexores palmares.
(B) estreitamento dos sistemas de polias dos flexores distais da palma da mão e palmares dos dedos.
(C) espessamento e contratura da fascia palmar, sem envolvimento dos tendões dos flexores dos dedos.
(D) espessamento e contratura da fascia palmar, com envolvimento dos tendões dos flexores dos dedos.
(E) espessamento do primeiro túnel extensor do polegar.

Resposta: 038 – C

39. Após uma lesão traumática ou um acidente vascular encefálico, neurônios privados de oxigênio por período prolongado morrem e não se regeneram. Nesses casos, os danos ocorrem por afetarem diretamente neurônios e pela excitotoxicidade. A excitotoxicidade é causada pela liberação excessiva do neurotransmissor

(A) adrenalina.
(B) serotonina.
(C) dopamima.
(D) acetilcolina.
(E) glutamato.

Resposta: 039 – E

40. A respiração freno-labial é uma técnica de desinsuflação pulmonar, que consiste na inspiração lenta pelo nariz, manter os lábios semicerrados, expirar lentamente deixando o ar sair pelos lábios franzidos sem forçá-los. O paciente que se beneficia desta técnica é aquele com

(A) cardiopatia adquirida.
(B) doença reumática.
(C) distúrbio respiratório restritivo.
(D) distúrbio respiratório obstrutivo.
(E) cardiopatia congênita.

Resposta: 040 – D

41. JSC, 67 anos, gênero masculino, com diagnóstico de Doença de Parkinson há 3 anos, apresenta bradicinesia, rigidez e postura flexora. JSC foi encaminhado à fisioterapia e, após avaliação, o fisioterapeuta optou pelo método de facilitação neuromuscular proprioceptiva (FNP). De acordo com os sinais apresentados por JSC, as técnicas da FNP que o beneficiam são

(A) estiramento repetido através da amplitude e mantém relaxa.
(B) iniciação rítmica e inversão lenta.
(C) estiramento repetido através da amplitude e sincronização para ênfase.
(D) combinação de isotônicos e iniciação rítmica.
(E) estiramento repetido no início da amplitude e combinação de isotônicos.

Resposta: 041 – B

42. Cada corpo possui um ponto sobre o qual sua massa é distribuída igualmente. O ponto, denominado de centro de massa, refere-se à ação da aceleração da gravidade sobre o corpo. Para todo o corpo humano, na posição ereta, o centro de massa situa-se imediatamente anterior à

(A) terceira vértebra sacral.
(B) primeira vértebra sacral.
(C) segunda vértebra lombar.
(D) segunda vértebra sacral.
(E) primeira vértebra lombar.

Resposta: 042 – D

43. Os exercícios de Codman são exercícios de circundução realizados na recuperação funcional de disfunções

(A) do ombro.
(B) do tornozelo.
(C) do quadril.
(D) do punho.
(E) dos dedos.

Resposta: 043 – A

44. O exercício ativo-assistido é um tipo de exercício de amplitude de movimento no qual uma força externa fornece assistência manual ou mecânica para conseguir realizar o movimento em uma amplitude maior. Os benefícios deste tipo de exercício incluem, dentre outros,

I. Treinar inicialmente músculos fracos, tornando-os progressivamente mais fortes, e aumentar progressivamente o trofismo.
II. Manter a consciência do movimento no arco completo e facilitar a condução de impulsos nas vias neuromusculares.
III. Estimular a integridade óssea pelo início da ação de alavancas sobre os ossos.

Está correto o que consta em

(A) I e II, somente.
(B) I e III, somente.
(C) II, somente.
(D) I, somente.
(E) I, II e III.

Resposta: 044 – E

45. Um paciente de 65 anos com diagnóstico de acidente vascular encefálico encontra-se internado na unidade de terapia intensiva (UTI). O paciente está sedado, mas estável clinicamente. Deverá ser realizado, com o objetivo de manter as amplitudes de movimento e amenizar os efeitos da imobilização, o exercício do tipo

(A) passivo.
(B) ativo-resistido.
(C) ativo livre.
(D) ativo-assistido.
(E) auto-passivo.

Resposta: 045 – A

46. O exercício resistido é um exercício ativo ao qual se adiciona uma carga externa que tem por objetivo ganhar força muscular, resistência muscular à fadiga, aumentar o trofismo e potência muscular. Este tipo de exercício é contraindicado em

(A) manobra de valsalva e inflamação articular, fratura e movimentos substitutivos ou compensatórios.
(B) dor articular e⁄ou muscular intensa em movimentos ativos livres e manobra de valsalva.
(C) inflamação aguda, dor articular e⁄ou muscular intensa em movimentos ativos livres e doença cardiopulmonar grave.
(D) inflamação aguda, manobra de valsalva e movimentos substitutivos ou compensatórios.
(E) manobra de valsalva, osteoporose, fadiga e doença cardiopulmonar grave.

Resposta: 046 – C

47. Os métodos de transferir energia aos tecidos usando o Ondas Curtas são

(A) capacitância e mecânico.
(B) emissão estimulada de radiação e mecânico.
(C) emissão espontânea de radiação e capacitância.
(D) capacitância e indutância.
(E) emissão estimulada de radiação e indutância.

Resposta: 047 – D

48. Sobre a transmissão da energia ultrassônica entre um meio e outro, é correto afirmar que ela será

(A) mínima se a reflexão entre os meios for pequena.
(B) máxima na interface entre aço-ar.
(C) máxima se a impedância entre os meios for igual.
(D) mínima se a impedância entre os meios for igual.
(E) máxima se a impedância entre os meios for diferente.

Resposta: 048 – C

49. O exercício isométrico é uma forma estática de exercício no qual o músculo contrai e produz força sem uma mudança apreciável em seu comprimento muscular e de movimento articular visível. Os benefícios deste tipo de exercício incluem, dentre outros,

I. Prevenir ou minimizar a atrofia muscular, quando o movimento articular não é possível devido à imobilização externa.
II. Melhorar a força muscular em toda a amplitude de movimento da articulação treinada.
III. Desenvolver estabilidade postural ou articular.
IV. Ativar músculos para começar a restabelecer o controle neuromuscular, protegendo os tecidos em regeneração, quando o movimento articular não é aconselhável depois de lesão de tecidos moles ou cirurgia.

Está correto o que consta em

(A) I, II e IV, somente.
(B) I, III e IV, somente.
(C) I, II e III, somente.
(D) I, II, III e IV.
(E) II, III e IV, somente.


Resposta: 049 – B

50. Um pulso elétrico monofásico pulsado com picos gêmeos caracteriza a corrente

(A) russa.
(B) diadinâmica.
(C) interferencial.
(D) pulsada de alta voltagem.
(E) galvânica.

Resposta: 050 – D

51. As técnicas de massagem aplicadas para a drenagem da linfa são

(A) percussão e fricção.
(B) deslizamento e pressão intermitente.
(C) fricção e deslizamento.
(D) deslizamento e percussão.
(E) pressão intermitente e percussão.

Resposta: 051 – B

52. Sobre o efeito do frio na velocidade de condução nervosa, é correto afirmar que há

(A) aumento do período refratário e do potencial de ação pós aplicação, aumentando a transmissão do impulso.
(B) diminuição do período refratário e aumento do potencial de ação pós aplicação, diminuindo a transmissão do impulso.
(C) aumento do período refratário e diminuição do potencial de ação pós aplicação, diminuindo a transmissão do impulso.
(D) diminuição do período refratário e do potencial de ação pós aplicação, diminuindo a transmissão do impulso.
(E) aumento do período refratário e do potencial de ação pós aplicação, diminuindo a transmissão do impulso.

Resposta: 052 – E

53. A ativação antidrômica gerada pela aplicação da TENS na fibra nervosa desencadeará

(A) uma colisão e bloqueio na transmissão periférica de impulsos dolorosos.
(B) liberação de noradrenalina na substância cinzenta periaquedutal.
(C) ativação de interneurônios inibitórios no mesencéfalo.
(D) ativação de interneurônios na substância gelatinosa da medula espinhal.
(E) liberação de endorfinas no sistema nervoso central.

Resposta: 053 – A

54. Em trabalhos manuais realizados na postura em pé, a altura da superfície de trabalho deve ser projetada abaixo da altura do cotovelo, em centímetros, entre

(A) 20 a 25.
(B) 25 a 30.
(C) 15 a 20.
(D) 10 a 15.
(E) 5 a 10.

Resposta: 054 – E

55. A repetitividade é considerada um fator de risco para o desenvolvimento de LER/DORT. De acordo com o NIOSH (National Institute for Occupational Safety and Health), uma tarefa é repetitiva quando seu ciclo de atividade for menor que

(A) 45 segundos.
(B) 50 segundos.
(C) 55 segundos.
(D) 35 segundos.
(E) 30 segundos.

Resposta: 055 – E

56. O tônus muscular é avaliado por meio da reação de alongamento. Durante a avaliação, pode-se observar a diferenciação entre hipertonia elástica e plástica da seguinte maneira:

(A) não se observa resistência à reação de alongamento durante a avaliação do tônus, pois isto ocorre apenas na avaliação de elasticidade muscular.
(B) a resistência à reação de alongamento é encontrada apenas nos casos de hipotonia.
(C) a resistência à reação de alongamento presente na hipertonia elástica não varia com a velocidade, enquanto que na hipertonia plástica varia.
(D) a resistência à reação de alongamento presente na hipertonia elástica varia com a velocidade, enquanto que na hipertonia plástica não.
(E) a resistência à reação de alongamento presente na hipertonia elástica e na hipertonia plástica não varia com a velocidade.

Resposta: 056 – D

57. A lesão completa da via retinogeniculocortical em qualquer ponto posterior ao quiasma ótico resulta em perda de informação visual contralateral. Essa perda de informações visuais de um hemicampo é denominada hemianopsia

(A) homônima.
(B) ipsilateral.
(C) nasal.
(D) contralateral.
(E) bitemporal.

Resposta: 057 – A

58. O artigo que NÃO pertence ao Código de Ética Profissional da Fisioterapia é:

(A) At. 18. É dever do fisioterapeuta e do terapeuta ocupacional: I − pertencer a uma entidade associativa da respectiva classe nacional, de caráter cultural e/ou sindical, da jurisdição onde exerce sua atividade profissional.
(B) Art. 15. O fisioterapeuta e o terapeuta ocupacional zelam pelo cumprimento das exigências legais pertinentes a substâncias entorpecentes e outras de efeitos análogos, determinantes de dependência física ou psíquica.
(C) Art. 23. O fisioterapeuta e/ou terapeuta ocupacional solicitado para cooperar em diagnóstico ou orientar tratamento considera o cliente como permanecendo sob os cuidados do solicitante.
(D) Art. 12. O fisioterapeuta e o terapeuta ocupacional comunicam ao Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional recusa ou demissão de cargo, função ou emprego, motivada pela necessidade de preservar os legítimos interesses de suas profissões.
(E) Art. 9o. O fisioterapeuta e o terapeuta ocupacional fazem o diagnóstico fisioterápico e/ou terapêutico ocupacional e elaboram o programa de tratamento.

Resposta: 058 – B

59. O item 17.6.4 da NR-17 prevê que o número máximo de toques reais exigidos pelo empregador NÃO deve ser superior a

(A) 5000 toques por hora.
(B) 9000 toques por hora.
(C) 8000 toques por hora.
(D) 7000 toques por hora.
(E) 6000 toques por hora.

Resposta: 059 – C

60. As cinco providências que podem reduzir a sobrecarga na coluna lombar na postura sentada são:

(A) Usar encosto; manter um bom ângulo entre tronco e coxa; apoiar periodicamente os braços na mesa ou cadeira; facilitar os movimentos livres; evitar manter o tronco inclinado para os lados.
(B) Usar encosto para nuca; manter um bom ângulo entre tronco e coxa; apoiar periodicamente os braços na mesa ou cadeira; evitar os movimentos livres; manter o tronco inclinado para os lados.
(C) Usar encosto; manter um bom ângulo entre tronco e coxa; apoiar periodicamente os braços nas pernas; facilitar os movimentos livres; evitar manter o tronco inclinado para os lados.
(D) Usar encosto para nuca; manter um bom ângulo entre perna e pé; apoiar periodicamente os braços na mesa ou cadeira; facilitar os movimentos livres; evitar manter o tronco inclinado para os lados.
(E) Usar encosto para nuca; manter um bom ângulo entre tronco e coxa; apoiar periodicamente os braços na mesa ou cadeira; evitar os movimentos livres; evitar manter o tronco inclinado para os lados.

Resposta: 060 – A

Gentileza da amiga Gisele

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu nome ou apelido, mesmo que fictício. Comentários anônimos não serão respondidos.

Como fazer download no 4shared

Termos de uso

Ano IX - © Tânia Marchezin - Fisioterapeuta - Franca/SP

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger .

TOPO