Ventilação mecânica na crise de asma aguda



Critérios diagnósticos

História de broncoespasmo e hiperreatividade brônquica.
Crises de dispnéia com sibilância ou tórax silencioso.
RX: hiperinsuflado ou normal.
Excluir disfunção de vias aéreas superiores (estridor laríngeo ou cornagem).
Se necessário = broncoscopia ou laringoscopia.

Fatores de descompensação

Infecção, Exposição a alérgenos, Refluxo gastro-esofágico, Pneumotórax.

Indicações de suporte ventilatório não invasivo

Glasgow maior 12, estabilidade hemodinâmica, sem arritmias ou ICO, sem distensão gástrica, sem secreção copiosa, PaO²/FIO² menor 300, PaCO² maior 35 e pH maior 7,2 e menor 7,3.

Iniciar: Inalação com fenoterol 10 - 20 gts diluídos em 5 ml de SF de 30 em 30 minutos até 3 vezes + Solumedrol 40 mg 4 vezes ou solucortef 100 mg.

Indicações de suporte ventilatório invasivo

Glasgow menor 12, Instabilidade hemodinâmica, arritmias ou ICO, distensão gástrica, confusão mental, PCR, Hipoxemia, fadiga muscular, PaCO² com aumento progressivo e ou pH menor 7,2.

Ventilação mecânica:

Modo: Pressão controlada ou Pressão de suporte.
Nível de pressão: o suficiente para manter VC maior 350 e FR menor 24-Iniciar com 20 cmH²O.
FR= 8-12 (no modo controlado-sedação com benzodiazepínicos(evitar opióides).
FIO²= suficiente para manter PaO² entre 80 e 120 mmHg ou SpO²> 95% e <98%
PEEP= 3 a 5 cmH²O.
Manter auto-PEEP menor 15 cmH²O
PaCO² entre 45 e 90 mmHg e pH maior 7.15.
Repouso muscular 24 hs.
Corrigir distúrbios metabólicos.
Manter B2-agonista contínuo via inalatória com inalador do SERVO (ou outro ventilador)
Manter corticosteróide endovenoso

Monitorização durante ventilação mecânica

SpO², ETCO², mecânica respiratória: resistência de vias aéreas, Auto-PEEP, hemodinâmica e arritmias.
Gasometria arterial e RX de tórax diários.

Desmame

1. FIO2 menor 40%
2. PEEP menor 5 ou igual a 5 cmH²O
3. pH menor 7.6 e maior 7.3
4. Broncoespasmo controlado.
5. Resistência de vias aéreas menor 20 cmH²O/L/seg.
6. Seguir protocolo de desmame em PSV.

Após extubação

Manter O² por máscara, Inalação com B2-agonista e corticosteróide endovenoso.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu nome ou apelido, mesmo que fictício. Comentários anônimos não serão respondidos.

Como fazer download no 4shared

Termos de uso

Ano IX - © Tânia Marchezin - Fisioterapeuta - Franca/SP

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger .

TOPO