Artrodese coluna vertebral

Uma artrodese é uma cirurgia que fixa vértebras vizinhas com uma ponte de osso, mantendo-as alinhadas, estáveis e fortes.
A dor é originada em segmentos da coluna onde existe instabilidade, degeneração dos discos ou articulações ou irritação de nervos, e a eliminação dos movimentos nestes segmentos pode trazer melhora dos sintomas dolorosos.
A artrodese consiste em submeter duas ou mais vértebras a uma anquilose, ou seja, uma restrição do movimento da articulação utilizando algum método de fixação, com parafusos de titânio ou espaçadores. Ela pode ser recomendada em vários casos entre eles espondilolistese, discopatias dolorosas ou hérnia discal recidivante, bem como em casos de trauma e tumores.
Existem várias técnicas e várias abordagens para uma artrodese. Ela poderá ser realizada por uma incisão cirúrgica nas costas, abdômen ou até em ambas. Pode-se ou não utilizar implantes metálicos para ajudar na fixação. Em certos casos, pode-se lançar mão de recursos de cirurgia minimamente invasiva, ou outras técnicas alternativas. Como há várias opções possíveis, a decisão sobre a técnica específica a ser empregada em cada caso depende do estudo das particularidades de cada paciente e também das preferências e experiência do cirurgião. A recuperação de uma artrodese é lenta, pois a fusão óssea completa é um processo que leva meses para ocorrer, por isso, é bom ter em mente que os resultados positivos podem demorar a aparecer.
O sucesso da cirurgia está condicionado à ocorrência de uma fusão óssea verdadeira nos meses que seguem ao procedimento, e os índices de fusão são menores nos fumantes, obesos, diabéticos, portadores de osteoporose e nos pacientes portadores de alguma doença grave, ou que já tenham feito radioterapia.

Artrodese de Coluna Cervical

Esta cirurgia está indicada em casos de dor no pescoço ou nos braços por problemas do disco, como as hérnias discais, ou em problemas mais graves, como instabilidade da coluna por trauma ou tumores.

A cirurgia é realizada, geralmente, por uma incisão na região anterior do pescoço, dando acesso direto ao disco cervical, que fica na parte anterior da coluna.

Quando a artrodese cervical é realizada por problemas mais simples, como hérnia de disco costuma-se usar técnicas pouco invasivas, com colocação de implantes plásticos, que são compatíveis com o corpo, não causando rejeição.

Uma alternativa atual a este tipo de tratamento é a artroplastia cervical, que pode ser realizada na maioria dos casos de doença do disco cervical. Diferente da artrodese, na artroplastia são colocadas próteses que mantém a movimentação da coluna.



Quando a artrodese cervical é indicada por problemas mais graves, como traumatismos ou tumores geralmente é necessária uma reconstrução maior da parte da coluna afetada, com colocação de implantes metálicos feitos de titânio, um material altamente compatível com o corpo, que não provoca rejeição.

Neste tipo de caso, a artroplastia não está indicada, não sendo uma opção.

Artrodese de Coluna Lombar

Na artrodese lombar é feita uma estabilização da coluna com a colocação de hastes, presas nas vértebras por parafusos especiais. O material mais comum para os implantes é o titânio, que é altamente compatível com o corpo e não provoca rejeição, mas também se utilizam alguns dispositivos de material plástico.

Artrodeses Lombares Minimamente Invasivas

A artrodese de coluna é uma cirurgia que tem sido realizada em nosso meio de forma rotineira, praticamente todo o dia, há mais de uma década, sem modificações técnicas revolucionárias, exceto no que diz respeito à crescente qualidade dos materiais de fixação.

Por isso, atualmente as artrodeses são consideradas como tratamento padrão para uma grande variedade de patologias da coluna lombar, enquanto as cirurgias de artroplastia e estabilização dinâmica ainda são procedimentos relativamente novos, vistos como técnicas alternativas.

A utilização de tecnologias de ponta permite a realização a cirurgia tradicional de artrodese de coluna através de técnicas minimamente invasivas, o que faz com que estas cirurgias tenham um porte cirúrgico menor e uma recuperação mais rápida, sem que se perca a confiabilidade de resultados da artrodese convencional.

Parafusos pediculares minimamente invasivos

Nesta cirurgia são utilizados parafusos e hastes muito semelhantes aos usados nas técnicas cirúrgicas convencionais, porém, estes parafusos são colocados e montados através de sistemas especiais de acesso cirúrgico, que dispensam os cortes grandes realizados nas costas, trocando-os por cortes pequenos, de 2 a 5 centímetros.

Mais importante que o aspecto estético da incisão é que os músculos abaixo da pele também são menos lesados, resultando em menos sangramento e menos dor pós-operatória, com uma estadia hospitalar reduzida e um retorno mais rápido às atividades.

Atualmente são disponíveis vários sistemas comerciais que permitem este tipo de cirurgia, e as indicações são muito parecidas com as indicações para as artrodeses.



Artrodese Lombar Anterior Vídeo-Assistida

Embora a maioria das artrodese lombares seja feita por incisões nas costas, em certos casos é necessário abordar a coluna lombar por via anterior, através do abdome. Estas abordagens também podem ser realizados com o auxílio da vídeo-endoscopia, com o mesmo tipo de benefício em termos de redução no tamanho das incisões, redução do trauma cirúrgico, e maior facilidade na recuperação. Algumas discopatias dolorosas podem ser tratadas unicamente por vídeo-endoscopia retro-peritonial. Em outros casos, temos combinado a vídeo-endoscopia com outras técnicas, convencionais, reduzindo o máximo possível a agressão cirúrgica ao paciente.



Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu nome ou apelido, mesmo que fictício. Comentários anônimos não serão respondidos.

Postagens populares

Como fazer download no 4shared

Termos de uso

Ano IV - © Tânia Marchezin - Fisioterapeuta - Franca/SP

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger .

TOPO