Simulado Fisioterapeuta Rede Sarah

Com a intenção de ajudar aos que vão prestar o concurso da Rede Sarah - cargo Fisioterapeuta, localizei uma prova realizada em 2007 para o cargo de enfermeiro mas, como muitas questões são válidas para os dois cargos, fiz algumas edições que estão anotadas. É uma boa maneira de ir treinando para a prova.

1. Um paciente internado na unidade de clínica médica é alimentado por meio de sonda nasogástrica. Durante a administração da dieta, o paciente apresenta episódio emético e começa a tossir. Qual a ação mais apropriada do(a) fisioterapeuta (editado pelo blog) neste momento?

a)     Deixar o paciente confortável, com a cabeceira elevada.
b)     Parar a dieta e desobstruir vias aéreas.
c)     Iniciar ressuscitação cardiopulmonar.
d)     Parar a dieta e retirar a sonda nasogástrica.

Resposta: B

2. Na unidade de clínica médica está internado um paciente com diarréia por Clostridium difficile. Por tratar-se de doença contagiosa que exige medidas de controle, além da lavagem de mãos, que orientação o(a) enfermeiro(a) deve fornecer à equipe e o fisioterapeuta deve ter (editado pelo blog)?

a)      Manter o paciente em precauções para aerossóis.
b)      Manter o paciente em precauções para gotículas.
c)      Manter o paciente em precauções padrão e precauções de contato.
d)      Manter o paciente em precauções de contato.

Resposta: C

3. Um paciente da clínica médica tem os seguintes resultados no exame de sangue: hematócrito: 42%; hemoglobina: 14 g/dL e leucócitos: 1.000 céls/mm3. Qual dos seguintes objetivos é o mais importante para o paciente neste momento?

a)      Promover equilíbrio eletrolítico.
b)      Prevenir infecção.
c)      Promover repouso.
d)      Prevenir lesão corto-contusa.

Resposta: B

4. Na clínica médica, um paciente está internado com pneumotórax. A análise inicial da gasometria   do   sangue   arterial   mostrou   os   seguintes   resultados:   pH:   7.19; PaCO2: 63 mmHg e HCO3" : 22 mEq/L Foi então instalado dreno de tórax e administrado oxigênio a 4L/min através de cânula nasal. Uma hora após, colheu-se nova gasometria arterial com os seguintes resultados: pH: 7.28; PaCO2: 52 mmHg e HC03": 22 mEq/L. Esta mudança no resultado da gasometria indica:

a)     Alcalose respiratória.
b)     Respiração ineficaz.
c)     Melhora do padrão respiratório.
d)     Necessidade de entubação.

Resposta: C

5. Na clínica médica, um paciente em tratamento de pneumonia, está recebendo suplementação de oxigênio a 2L/min, através de cânula nasal. Ele tem história de doença coronária e de doença pulmonar obstrutiva crônica. Devido a este quadro, o(a) enfermeiro(a) deve monitorar o fluxo de oxigênio e o padrão respiratório do paciente. Qual complicação pode surgir se este paciente receber concentração elevada de oxigênio, superior a 5L/min?

a)     Alcalose respiratória.
b)     Dor de angina.
c)     Hipoventilação.
d)     Acidose metabólica.

Resposta: C

6. Na sala operatória, no procedimento de broncoscopia, o paciente apresenta uma resposta vasovagal durante a inserção do broncoscópio rígido. Qual sinal o(a) enfermeiro(a) espera encontrar?

a)     Pupilas dilatadas.
b)     Paciente com broncodilatação.
c)     Queda da freqüência cardíaca.
d)     Decréscimo da secreção gástrica.

Resposta: C

7. O(A) fisioterapeuta (editado pelo blog) assiste a um paciente com insuficiência respiratória aguda. Ele deve focar a assistência na resolução de quais problemas?

a)     Hipertensão, hipoxemia e hipercapnia.
b)     Hiperventilação, hipertensão e hipocapnia.
c)     Hipotensão, hipocapnia e hiperventilação.
d)     Hipercapnia, hipoventilação e hipoxemia.

Resposta: D

8. Um paciente chega ao serviço de emergência em angústia respiratória. Após entubação e introdução de ventilação mecânica, o paciente é transferido para a unidade de terapia intensiva. Antes de realizar a aspiração do tubo traqueal, o(a) fisioterapeuta (editado pelo blog) hiperventila o paciente. Esta intervenção tem como objetivo ajudar a prevenir:

a)     Arritmia cardíaca.
b)     Enfisema subcutâneo.
c)     Pneumotórax.
d)     Edema pulmonar.

Resposta: A

9. A exposição do profissional de saúde a material biológico propicia risco de infecção por diversos patógenos, sendo os mais importantes os vírus da hepatite B (HBV), da hepatite C (HCV) e o vírus da imunodeficiência humana (HIV). Em relação a essas patologias, analise as afirmativas abaixo, indicando V (verdadeiro) ou F (falso) e, a seguir, assinale a alternativa correta.


(   )      O uso de luvas não impede acidentes perfurocortantes, mas reduz o volume de sangue
            em contato com a lesão, diminuindo o risco de transmissão.
(   )      Todo profissional de saúde deve ser vacinado contra hepatite B e C.
(   )      A transmissão do HIV-1 dá-se por meio de líquidos corporais que contêm HIV-1 ou             linfócitos T CD4+. Esses líquidos incluem soro, líquido seminal, secreções vaginais,             líquido amniótico e leite materno.
(   )   Todas as vezes em que houver exposição acidental da pele com material perfurocortante             ou fluidos orgânicos, devemos lavá-la imediatamente com água e solução anti-séptica             degermante (PVPI ou Chlorexidine).

a)     V - V - F - V
b)     V - F - V - V
c)     F - F - V - V
d)     F - V - V – F

Resposta: B

10. Qual das seguintes alternativas indica sinal precoce de falência cardíaca em uma criança de dois anos de idade?

a)     Aumento da freqüência cardíaca e respiratória.
b)     Aumento do débito urinário e do peso corporal.
c)     Diminuição do peso corporal e do débito urinário.
d)     Diminuição da freqüência cardíaca e respiratória.

Resposta: A

11. Na clínica médica, é admitido um senhor de 75 anos, após um acidente vascular cerebral (AVC). Ele apresenta fraqueza em hemicorpo esquerdo e ausência do reflexo de deglutição. Possui incontinência esfincteriana e constipação intestinal. A pressão arterial está em 90X50 mmHg, e a hemoglobina está em 10 g/dL. Qual das seguintes alternativas corresponde a prioridade para este paciente?

a)      Realizar exame para pesquisa de sangue oculto nas fezes.
b)      Acionar fisioterapia para iniciar exercícios no dimídio esquerdo do corpo.
c)      Manter a pele limpa e seca.
d)      Manter a cabeceira do leito elevada a 30°.

Resposta: D

12. Um homem chega ao serviço de emergência após acidente automobilístico. O exame neurológico mostra que a Escala de Coma de Glasgow corresponde a 4. O paciente está em que estado neurológico?

a)      Minimamente responsivo.
b)      Estado vegetativo persistente.
c)      Coma profundo.
d)      Sonolento mas reage facilmente aos estímulos.

Resposta: C

13. No serviço de emergência, o(a) fisioterapeuta (editado pelo blog) recebe um adulto jovem com a seguinte história: após tropeçar, bateu a cabeça no meio-fio. Segundo informações colhidas, ele ficou inconsciente por um momento e, depois que acordou, não se recordava do que aconteceu. Pouco tempo depois, se queixou de cefaléia intensa e solicitou que o levasse ao pronto atendimento. No caso do(a) fisioterapeuta (editado pelo blog) considerar a possibilidade de elevação da pressão intracraniana (PIC), qual seria o primeiro sinal detectado:

a)      Assimetria das pupilas.
b)      Diminuição do nível de consciência.
c)      Padrão respiratório irregular.
d)      Movimentos involuntários.

Resposta: B

14. O(A) fisioterapeuta (editado pelo blog) assiste a um paciente em pós-operatório de craniotomia, que está com sonda vesical de demora. Na primeira hora de pós-operatório, o débito urinário foi de 1.500 ml. O mesmo volume foi mensurado na segunda hora. O(A) fisioterapeuta deve suspeitar de:

a)      Síndrome de Cushing.
b)      Diabetes Mellitus.
c)      Crise adrenal.
d)      Diabetes Insípidus.

Resposta: D

15. Um paciente de 57 anos, que trabalha na construção civil, será submetido à laminectomia em dois níveis. Qual dos seguintes resultados de exames laboratoriais deve ser comunicado imediatamente ao médico cirurgião deste paciente?

a)      Hematócrito 40 %.
b)      Potássio sérico 2,5 mEq/L
c)      Contagem de plaquetas 300 mil/mm3.
d)      Velocidade de hemossedimentação (VHS) de 10 mm na 1a hora.

Resposta: B

16. Uma paciente de 47 anos de idade foi submetida à colecistectomia. No terceiro dia de pós-operatório ela refere náuseas. Na reavaliação clínica tem ausculta pulmonar limpa, ausência de ruídos hidro-aéreos, sinal de Homan's negativo e ausência de sinais flogísticos na incisão cirúrgica. Os valores dos sinais vitais são: temperatura = 37,7°C, pulso = 100 batimentos/minuto, respiração = 24 incursões/minuto e pressão arterial = 110X70 mmHg. Qual é o diagnóstico fisioterapêutico (editado pelo blog) prioritário?

a)      Risco elevado para diminuição do débito cardíaco.
b)      Risco elevado para infecção ferida operatória.
c)      Risco elevado para íleo paralítico.
d)      Risco elevado para diminuição da troca gasosa.

Resposta: C

17. A embolia pulmonar pode ser uma complicação no período pós-operatório. Os sinais clínicos precoces de embolia pulmonar são:

a)      Agitação e taquicardia.
b)      Dor no peito e bradicardia.
c)      Febre baixa e hipotensão.
d)      Dor no peito localizada e hipertensão.

Resposta: A

18. Um paciente chega ao serviço de emergência com queixa de dor repentina em região poplítea à esquerda. Não há história de doença vascular periférica. Durante inspeção e palpação, o(a) enfermeiro(a) detecta ausência de pulso, parestesia, pele fria, cianótica e com petéquias em panturrilha. Enquanto o médico assistente determina a conduta, o(a) fisioterapeuta (editado pelo blog) deve:

a)     Manter paciente no leito e aplicar calor local na panturrilha.
b)    Manter paciente no leito com o membro no mesmo nível do corpo, sem comprimir a panturrilha.
c)   Manter paciente no leito e elevar membro inferior esquerdo o quanto possível.
d)    Realizar tricotomia do membro afetado em antecipação a um procedimento cirúrgico.

Resposta: B

19. Em relação à fisiopatologia do choque, associe a segunda coluna de acordo com a primeira e, a seguir, assinale a alternativa correta.

        1.  Choque cardiogênico.
        2.  Choque séptico - primeira fase.
        3.  Choque séptico - segunda fase.
        4.  Choque hipovolêmico.
        5.  Choque anafilático.

(    )      A diminuição do volume intravascular resulta em diminuição do retorno venoso para o             coração e subseqüente enchimento ventricular diminuído. Conseqüentemente, o volume             sistólico e o débito cardíaco estão diminuídos. Há queda da pressão arterial. A pele fica             fria e úmida.
(    )     O débito cardíaco está comprometido. O volume sistólico e a freqüência cardíaca             diminuem, há queda na pressão arterial e a perfusão tecidual fica comprometida. O             músculo cardíaco não recebe sangue suficiente. O ventrículo não ejeta todo volume             sangüíneo na sístole. O paciente pode ter dor anginosa e desenvolver arritmias.
(    )     O débito cardíaco está elevado, com vasodilatação. Ocorre freqüência respiratória             elevada, taquicardia e diminuição da pressão arterial.
(    )     O débito cardíaco está baixo, com vasoconstrição, para compensar a hipovolemia             intravascular. Ocorre queda da pressão arterial e freqüência cardíaca e respiratória             elevadas. A pele fica fria e pálida.
(    )     Ocorre vasodilatação devido liberação de substâncias vasoativas pelos mastócitos, aléde permeabilidade disseminada.

a)      1 - 4 - 3 - 2 - 5.
b)      4 - 1 - 5 - 2 - 3.
c)      1 - 4 - 5 - 2 - 3.
d)      4 - 1 - 2 - 3 - 5.

Resposta: D

20. Um homem de 33 anos foi trazido à emergência vítima de queimadura que ocorreu devido incêndio iniciado em sua cama e que se alastrou por toda casa. Observam-se queimaduras na face, peito, parte superior do braço esquerdo, todo o braço direito e pescoço. As queimaduras estão com flictenas de cor avermelhada e úmidas. Ele está gritando de dor. Qual das seguintes alternativas corresponde à prioridade no atendimento primário a este paciente?

a)     Verificar permeabilidade de vias aéreas e aliviar a dor.
b)     Realizar curativos e monitorizar da pressão arterial.
c)     Monitorizar diurese e observar sinais de hipovolemia.
d)     Verificar sinais de infecção e realizar monitorização cardíaca.

Resposta: A

21. O(A) fisioterapeuta (editado pelo blog) recebe uma paciente que se submeteu a cirurgia de troca de válvula mitral, com história de febre reumática, Diabetes Mellitus tipo 1, hipertensão arterial, anemia perniciosa e apendicectomia. Após a alta, a paciente irá submeter-se a extração dentária. Qual dos dados corresponde ao maior fator de risco para endocardite nesta paciente?

a)     Apendicectomia.
b)     Anemia perniciosa.
c)     Diabetes Mellitus.
d)     Troca de válvula cardíaca.

Resposta: D

22. Um paciente tem diagnóstico de infarto agudo do miocárdio e está prescrito sulfato de morfina. Esta medicação é indicada porque tem como ação:

a)      Eliminar a dor, reduzir o trabalho cardíaco e aumentar a contratilidade do miocárdio.
b)      Reduzir a resistência, diminuir o trabalho cardíaco e reduzir a demanda de oxigênio do miocárdio.
c)      Elevar a pressão sangüínea, diminuir a demanda de oxigênio do miocárdio e eliminar a dor.
d)      Aumentar o retorno venoso, reduzir a resistência e diminuir o trabalho cardíaco.

Resposta: B

Atenção: O gabarito é o oficial publicado no D.O da União, não fiz nenhuma alteração!

1 Comentário:

Anônimo disse...

Olá pessoal,
gostaria de sugestões quanto a bibliografia a estudar para a rede Sarah...

bons estudos a todos.

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu nome ou apelido, mesmo que fictício. Comentários anônimos não serão respondidos.

Como fazer download no 4shared

Termos de uso

Ano IX - © Tânia Marchezin - Fisioterapeuta - Franca/SP

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger .

TOPO