Fisioterapia questões concursos IV


01 - A onda P do eletrocardiograma

a) é causada pela repolarização ventricular e tem forma mais alargada.
b) resulta da despolarização ventricular e precede à contração ventricular.
c) é a primeira onda e resulta do movimento de despolarização a partir do nó sinoatrial ao longo dos átrios.
d) caracteriza o período desde o início da excitação atrial até o início da excitação ventricular.
e) caracteriza o período desde o início da despolarização ventricular até a repolarização ventricular.

02 - O Surfactante

a) reduz o trabalho inspiratório e o expiratório e favorece o aumento da complacência pulmonar.
b) é um fosfolipídio que proporciona o aumento da tensão superficial à medida que o raio do alvéolo diminui.
c) é um fosfolipídio que proporciona diminuição da tensão superficial à medida que o alvéolo aumenta.
d) reduz o trabalho expiratório e favorece o aumento da complacência pulmonar.
e) reduz o trabalho inspiratório e favorece o aumento da complacência pulmonar.

03 - Nas lesões ligamentares do joelho, exames físicos são realizados para identificar a região lesada. O teste de Lachman Posterior avalia a lesão no

a) ligamento cruzado anterior.
b) ligamento cruzado posterior.
c) compartimento medial.
d) compartimento lateral.
e) compartimento posterior.

04 - Instruções: Para responder à questão utilize o caso abaixo.
Mario, gênero masculino, 62 anos está no 1o pós-operatório (PO) de uma cirurgia torácica (lobectomia do lobo inferior esquerdo) devido a carcinoma broncogênico. Apresenta incisão pósterolateral. Atualmente não apresenta tosse produtiva, mas teve tosse crônica por anos, pois foi fumante por 35 anos.

No caso de uma cirurgia torácica deve-se ter as seguintes precauções:

I. Monitorar os sinais vitais durante o tratamento fisioterapêutico.
II. Realizar percussão sobre a incisão.
III. Limitar a flexão de ombro a 90o no lado operado até que o dreno seja retirado para prevenir o descolamento do mesmo.
IV. Ensinar ao paciente como imobilizar a incisão para minimizar a dor local durante a tosse.

Está correto o que consta APENAS em

a) I, II e III. b) I, III e IV. c) II e III. d) I, II e IV. e) II e IV.

05 - A toxina botulínica pode auxiliar o fisioterapeuta, uma vez que é utilizada para diminuir o efeito da hipertonicidade no movimento funcional nos pacientes com hemiparesia. A injeção local de toxina nos músculos hipertônicos produz uma fraqueza seletiva, isto ocorre pois a toxina interfere na liberação do neurotransmissor

a) dopamina.
b) noradrenalina.
c) acetilcolina.
d) serotonina.
e) glutamato.

06 - Larissa, 10 meses de idade, apresentou meningite bacteriana aos 6 meses, e evolui com hipertonia flexora em membros superiores e extensora em membros inferiores, sendo a hipertonia dos membros inferiores maior do que a dos membros superiores. Esta criança não rola e não apresenta as reações de proteção. Com base neste quadro clínico, o tipo de Paralisia Cerebral em relação à área de lesão, topografia e gravidade é

a) atetoide, tetraparética e grave.
b) espástica, diparética e grave.
c) atáxica, tetraprética e moderada.
d) espástica, tetraparética e grave.
e) atáxica, diparética e grave.

07 - O pé plano fisiológico é comum e uma variante normal. O pé plano em desenvolvimento é aparente quando a criança começa a caminhar e desaparece espontaneamente por volta de

a) 2 a 3 anos.
b) 2 a 4 anos.
c) 3 a 5 anos.
d) 4 a 6 anos.
e) 5 a 6 anos.

08 - A fratura do colo de fêmur, classificada como subcapital, ocorre na região anatômica

a) na cabeça femoral.
b) entre a cabeça do fêmur e o trocânter maior.
c) entre o trocânter maior e o trocânter menor.
d) imediatamente abaixo da superfície articular da cabeça femoral.
e) na base do colo do fêmur.

09 - O tônus muscular é um aspecto importante a ser avaliado pelo fisioterapeuta, pois dependendo da patologia, possui características distintas. São características do tono muscular nas patologias síndrome de Down, encefalopatia crônica não progressiva da infância e doença de Parkinson, respectivamente:

a) Hipertonia plástica, hipertonia plástica e hipotonia.
b) Hipotonia, hipertonia elástica e hipertonia elástica.
c) Hipotonia, hipertonia plástica e hipertonia elástica.
d) Hipotonia, hipertonia elástica, hipertonia plástica.
e) Hipertonia elástica, hipotonia e hipertonia plástica.

10 - A doença de Perthes ou Legg-Clavé-Perthes apresenta no exame físico, limitação da mobilidade

a) da abdução e rotação de quadril, dor e marcha claudicante.
b) da flexão e rotação de quadril, dor e marcha claudicante.
c) de abdução e flexão do quadril, dor, e sem alterações na marcha.
d) de extensão e rotação do quadril, dor e sem alterações na marcha.
e) dos movimentos do quadril, dor e sem alterações na marcha.

GABARITO


01) D 02) D 03) B 04) B 05) C 06) B 07) C 08) D 09) D 10) A 

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu nome ou apelido, mesmo que fictício. Comentários anônimos não serão respondidos.

Como fazer download no 4shared

Termos de uso

Ano IX - © Tânia Marchezin - Fisioterapeuta - Franca/SP

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger .

TOPO