Desenvolvimento psicomotor de 6 meses a 1 ano

O Sexto Mês

- Decúbito dorsal:
- criança pode virar da posição dorsal para a ventral, virar-se para ambos os lados.
- pega os pés e no corpo para reconhecê-lo.
- pode estender os braços para frente e erguer a cabeça.
- pode realizar uma ponte com a extensão da coluna.
- tronco retificado no sentido da linha média.
- as pernas estão em abdução e rotação externa mas pode estender-se bem.
- boa abdução do quadril.
Preferência pelo decúbito dorsal.

- Decúbito Ventral:
- a cabeça eleva-se muito bem. Posição média de 90 graus.
- o tronco está estendido.
- o quadril apóia-se na base.
- apoio de antebraço, bom equilíbrio, permitindo estender, rodar o outro braço a fim de pegar um objeto.
- vira-se para o decúbito dorsal: já com movimento de rotação de tronco diminuindo as quedas.
- movimento natatórios: quando se perde o equilíbrio.

- Levantar-se para sentar:
- boa colaboração quando é estimulada a sentar.
- quer ficar em pé.
- quando sentada é difícil fazê-la ficar em posição dorsal.
- bom controle de cabeça.
- moderado controle de tronco
- extensão das pernas quando colocada de pé.

- Sentada:
- sentada pode tirar temporariamente as mãos do chão.
- criança joga-se para frente e para trás: brincadeira.
- sentada: perna em rotação externa e quadris abduzidos, articulação tibiotársicas móveis.
- fica com o dorso curvado e os joelhos fletidos.
- apoio para o lado ainda é insuficiente.

- Levantar-se:
- boa simetria da postura.
- suporta bem o peso
- ainda não se mantém em pé.
- presença de flexão no joelho.
- movimento de inclinação são respondidos.

Características:

Tônus muscular normal: ajustado para cada posição.
Flexão e extensão são possíveis.
Articulações tornam-se independentes.
Tensão região escapular cede: ajusta-se ao equilíbrio.
Reações posturais: boa colocação da cabeça, criança reequilibra-se quando vai cair.
Reações de equilíbrio: bom equilíbrio na posição: dorsal e ventral. Instabilidade (sentada), já descarrega o peso nos braços;
Boa reação de Landau.
Reflexos primitivos: já não são obtidos mais.
Motricidade Fina: criança Pode estender as mãos e agarrar objetos.
Preensão ainda é com toda a mão, passa-se objetos para a outra mão; começa pegar objetos com dedos em pinça.
Acompanha pessoas e objetos com os olhos, não há estrabismo.
Criança reage positivamente quando alguém se aproxima caso a mãe sorria.
Mês de importantes conquistas para a criança motoras e percepções (visuais, táteis), bom contato com o ambiente.

O Sétimo Mês

Não gosta e ficar em decúbito dorsal.
Criança se volta para os dois lados.
Estende os braços e ergue a cabeça: se alguém a pega ela ergue-se sozinha.
Não há predominância de padrão extensor ou flexor.
Cabeça bem levantada
Gira em torno de seu eixo.
Desloca seu peso e puxa as pernas (debaixo do abdômen) para se levantar.
Maior estabilidade.
Apóia os braços de lado para não cair: reação de proteção e equilíbrio.
Dorso ainda curvado, mas com possibilidade de extensão muito boa.
Pernas em abdução, quadris muito bem fletido.
Começa a engatinhar para trás quando quer pegar algum objeto à frente.
Posição quadrúpede ainda não é muito estável.
Encolhe bastante as pernas por debaixo do abdômen conseguindo progressos ao retirá-las.
Segurada pela axila, levantada a criança tenta equilibrar-se e oscila numa posição para cima e para baixo.
Quadril já bem estendido, simetria de atitude, boa colocação na cabeça no espaço. Movimentos compensatórios.
Boa colocação da cabeça no espaço.
Reações posturais do corpo sobre a cabeça e vice-versa são bem nítidas.
Tônus é normal e a motricidade estável
Nas mudanças de decúbito e deslocamento se estabelece o equilíbrio mediante a regulação e contra-regulação.

Características do 7º mês:
- Simetria: atitude simétrica, que é modificada intencionalmente, lentamente se desenvolve a mão dominante.
- Objetos menores e maiores são agarrados quase sempre com a palma da mão. Ainda não há preensão em garra. Pode pegar objetos com as duas mãos ao mesmo tempo, ou passar de uma mão para a outra.
- Começa a usar o seu dedo polegar para empurrar coisas para dentro da mão.
- A criança olha para o que está pegando ou brincando, mãos juntas na linha média do corpo.
- A criança diz as primeiras sílabas, imita sons, repete ruídos próprios.
- Contato social: diverte-se em reconhecer as pessoas. Vira-se para onde está o barulho.
- Presta atenção ao ouvir um ruído, vira-se para a fonte do mesmo. Distingue-se qualidades de som: agradáveis e desagradáveis.
- Já tem uma boa coordenação dos m. oculares. Boa coordenação mão-olho. Observa os objetos que tem na mão.
- Prossegue a estabilização e a socialização: a motricidade melhora da dá a oportunidade de investigar o ambiente.
- Quando deitado de bruços, rasteja para frente.
- Consegue suportar o próprio peso e ficar de pé segurando nos móveis.

O Bebê de 8 meses

Criança consegue virar para ambos os lados e para posição ventral.
Vira-se em eixo em torno do próprio corpo. Passa da posição de decúbito ventral para a posição de encaminhar.
Senta-se com o dorso reto e bom controle de tronco. Movimentos já demonstram boa coordenação.
Fica em pé segurando em algum objeto ou na mão de alguém.
Artelhos em garra porque não tem bom equilíbrio. Presença ainda do reflexo plantar.
Coloca-se em posição de engatinhamento, engatinha com rotação ainda deficiente.
Criança é capaz de mover-se para frente. Senta cada vez mais rápido e com maior controle.
- Fica em pé com alguém segurando.
- Caminha com passos titubeantes.
- Quando largada, senta-se e tenta ergue-se de novo.
- Tônus normal: adquirindo estabilidade na posição ereta.
- Boa mobilidade articular.

Reações posturais e de equilíbrio:
- Boa colocação da cabeça no espaço: criança sadia sempre busca um alinhamento do eixo corporal.
- Bom equilíbrio nas posições dorsal e ventral, criança começa a sentar-se.
- Reação de apoio e Landau aprimorados.

Características:
- A criança pode voltar de qualquer posição assimétrica à simetria, predileção por uma das mãos.
- Motricidade fina: pega dois objetos com uma mão, acompanha brinquedos que caem, brinca com as mãos, faz tchau, brinca de esconder.
- Fase de pegar e jogar objetos no chão até que a mãe canse.
- mãos abertas e dedos preparados para atividades mais finas.
- Apalpa objetos e aprende a reconhecer superfícies agradáveis e desagradáveis.
- Agarra objetos estreitos com polegar e o indicador.

Linguagem:
- A criança fala sílabas duplas: mamã, dadá....
- imita os sons próprios e dos outros: adora ficar contando coisas.

Audição:
- criança presta atenção aos ruídos e volta-se para ver onde estão. Demonstra desconforto a sons desagradáveis.

Visão:
- Boa coordenação da m. ocular: coordenação mãos-olhos.
Acompanha o movimentos em todos os planos.

O Nono Mês

Posição dorsal e ventral:
- criança não gosta destas posições.
- vira-se para a posição lateral.
- sequência: posição ventral, apoio sobre os quatro membros, volta-se de lado para adquirir a posição sentada

Posição sentada:
- criança senta-se com boa estabilidade
- movimento para frente e para o lado.
- demonstra boa rotação de tronco.
- presença de simetria.
- gosta muito desta posição.

Levantando-se:
- A criança levanta-se segurando em objetos e já fica em pé com bastante estabilidade.
- balanceio para cima e para baixo
- Dá os primeiros passos com apoio.
- Passa desta posição para engatinhar porque não se locomove com rapidez e oscilações de equilíbrio.
A criança sentada ou em pé, apóia sobre os quatro membros.
- Locomover-se com muita rapidez.
- Movimento prazeroso para a criança 
- Cuidados especiais.

Características:
- Tônus postural: boa estabilidade e regularização do tônus, articulações móveis e boa abdução do quadril.
- Reação postural: boa posição de cabeça no espaço, presença de contramovimentos para manutenção da postura e eixo corporal.
- Reação de equilíbrio: bom equilíbrio nas posições dorsal, ventral, e sentada. Apoia-se para frente e para o lado (ainda não consegue isso para trás).
- Simetria: em qualquer posição, manipula objetos com as duas mãos, preferindo uma delas.
- Motricidade fina: agarra e pode atirar os brinquedos, preensão em pinça (para pequenos objetos), bate as mãos, indica figuras com o dedo, tira coisas da cabeça (ex: boné).

- Preensão:
- agarra objetos em todas as posições,
- atinge objetos fora de seu alcance,
- dedos preparados para atividades mais finas,
- a criança  olha para as coisas que pega,
- brinca com as mãos, pés e corpo inteiro.
- demonstra reação de agrada ou desagrado.
- come biscoito com as mãos.

- Linguagem:
- diz sílabas duplas e emita os sons que ouve.
- Começa a sussurrar, adorar ficar contanto coisas.

Décimo Mês

Posição dorsal e ventral:
- controle total nestas posições, posição dorsal geralmente é rejeitada. A criança  vira-se para os dois lados, passa para a posição sentada e às vezes para a posição de 4 membros e pode engatinhar.

Sentar-se:
- a criança senta-se sozinha com bom equilíbrio.
- apoia-se para frente, lado e para trás.
- boa rotação.
- criança desliza para frente em redor do próprio eixo.

Ficando em pé:
- a criança ergue-se segurando -se em objetos
- pode ficar em pé sozinha.
- segurada por alguém tem boa estabilidade e anda ao longo dos objetos.
- às vezes a cr. se larga mas ainda não pode dar passos.
- da posição de pé passa para a posição de engatinhar.

Características:
- boa regulação tônica, tensão correspondente ao esforço.
- articulações independentes e adaptadas para a posição ereta e a marcha.
- boas reações posturais no espaço.
- só não há bom equilíbrio na posição em pé.
- alcança brinquedos mais longes, os pega e os joga (brincadeira).
- tira objetos de uma caixa.
- bebe da xícara e pega-a com as duas mãos.
- troca de objetos de uma mão para a outra.
- diz sílabas dobradas: mamã, papá.
- reage ao seu nome
- pega na colher para comer sozinha, mas tem que receber a comida na boca.
- come biscoitos.
- não há ainda controle de bexiga.

O bebê de 12 meses

Características motoras:
- Posições de decúbito dorsal e ventral, somente no sono.
- vira-se para amos os lados.
- Senta-se, primeiro de lado.
- Engatinha sobre os quatro membros.
- Senta-se sozinha.
- Bom equilíbrio, boa rotação, atitude simétrica.
- Ergue-se para ficar de pé ou faz isso sozinha.
- Pode dar pequenos passos para a frente.
- Andam ao longo dos móveis, já bem depressa.
- Engatinham com rapidez.
- Engatinha com rotação e equilíbrio.

- Engatinha rápido, senta, levanta-se: Fase que inspira cuidados.
- Algumas criança andam melhor, mas outras apresentam ainda bastante insegurança.
- desenvolvimento da marcha com domínio do espaço físico e simbólico.
- linguagem: diz três ou quatro palavras, aumentando assim a perspectiva do pensamento.
- entende frases curtas.


Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Identifique-se para uma troca saudável

Como fazer download no 4shared

Termos de uso

Ano IX - © Tânia Marchezin - Fisioterapeuta - Franca/SP

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger .

TOPO