Questões de concursos fisioterapia parte 4


Questões de diversas banca. ATENÇÃO: Os gabaritos são os fornecidos pelas bancas e o blog se exime de possíveis discordâncias. Utilize os comentários e debata sobre o tema.



99) Se posicionarmos um paciente em decúbito lateral direito, podemos afirmar que:
(a) a CRF será maior no pulmão direito;
(b) o pulmão esquerdo será melhor perfundido;
(c) a CRF será maior no pulmão esquerdo;
(d) o pulmão esquerdo será mais ventilado;
(e) os dois pulmões serão mais ventilados.

100) As fases da tosse são:
(a) inspiração profunda – compressão – expulsão;
(b) inspiração rápida – compressão – expulsão;
(c) inspiração normal – compressão – expulsão;
(d) inspiração a médio volume – expulsão rápida;
(e) inspiração rápida – compressão – expulsão rápida.

101) Desvio homolateral do mediastino, elevação da hemicúpula diafragmática do mesmo lado e hipotransparência são sinais radiológicos típicos de:
(a) empiema pleural;
(b) condensação;
(c) pneumotórax;
(d) enfisema;
(e) atelectasia.

102) O ciclo ativo da respiração é uma técnica de:
(a) fortalecimento muscular;
(b) expansão pulmonar;
(c) condicionamento físico;
(d) desobstrução das vias aéreas;
(e) reeducação respiratória.

103) Quanto aos mecanismos das técnicas de remoção de secreção pulmonar, é possível afirmar que:
(a) a expansão pulmonar não exerce efeito desobstrutivo;
(b) a expiração forçada partindo de baixos volumes desloca os pontos de igual pressão para periferia podendo favorecer a remoção de secreções de pequenas vias aéreas;
(c) a expiração forçada partindo de altos volumes desloca os pontos de igual pressão para periferia podendo favorecer a remoção de secreções de pequenas vias aéreas;
(d) a expiração forçada sempre causa colapso de vias aéreas e não auxilia no deslocamento de secreções;
(e) a tosse auxilia na remoção de secreções periféricas.

104) O principal instrumento para adequação da intensidade do treinamento em esteira dos pneumopatas crônicos é:
(a) freqüência cardíaca;
(b) freqüência respiratória;
(c) escala de dispnéia;
(d) avaliação da qualidade de vida;
(e) escala de Borg.

105) Paciente na enfermaria apresenta dispnéia intensa, necessidade de técnica para desobstrução pulmonar. O procedimento mais adequado é:
(a) espirometria de incentivo;
(b) EPAP (PEP);
(c) drenagem postural;
(d) CPAP;
(e) respiração diafragmática.

106) Paciente com uma doença restritiva, apresentando capacidade vital bastante reduzida (< 10 ml/Kg). A técnica fisioterapêutica mais indicada é:
(a) espirometria de incentivo;
(b) respiração com pressão positiva intermitente;
(c) flutter;
(d) respiração profunda;
(e) drenagem postural.

107) A escala de pontuação do esforço percebido de Borg é utilizada para avaliar:
(a) a percepção do paciente quanto a suas alterações sensitivas;
(b) a percepção do paciente quanto à intensidade de trabalho;
(c) a percepção do paciente quanto ao seu tônus;
(d) a percepção do terapeuta quanto a variação de tônus muscular;
(e) a percepção do terapeuta quanto às alterações sensitivas.

108) Um dos principais efeitos descondicionantes do repouso prolongado no leito é:
(a) elevação da concentração de proteína sérica;
(b) aumento da capacidade vital;
(c) aumento na resposta da freqüência cardíaca ao esforço;
(d) equilíbrio positivo de nitrogênio e cálcio;
(e) aumento da volemia.

109) A escala de coma de Glasgow avalia:
(a) nível de lesão medular;
(b) nível de consciência do paciente;
(c) nível de funcionalidade;
(d) força muscular e amplitude articular;
(e) nível do déficit cognitivo.

Leia o texto abaixo e responda às questões de n° 110 a 112:

Uma série de sistemas terapêuticos são comercializados atualmente para a prática da fisioterapia pneumofuncional. Uma gama de conceitos e prováveis efeitos são descritos na literatura a respeito desses sistemas, dentre os quais alguns estão relacionados abaixo:

1- produz pressão positiva oscilante
2- resistor expiratório por orifícios
3- resistor tipo spring loaded
4- produção de pressão positiva expiratória nas vias aéreas
5- sistema de demanda
6- sistema de fluxo contínuo
7- produção de pressão positiva expiratória contínua nas vias aéreas
8- variação da resistência de acordo com a taxa de fluxo expiratório

110) Com relação ao sistema para terapia denominado EPAP, os itens que estão corretamente relacionados com este procedimento terapêutico são os de números:
A) 1 2 6
B) 1 7 8
C) 3 4 5
D) 4 7 8

111) Com relação so sistema terapêutico denominado CPAP, os itens que estão corretamente relacionados com este procedimento terapêutico são os de números:
A) 1 2 3
B) 5 6 7
C) 4 6 8
D) 3 6 7

112) Com relação ao sistema terapêutico denominado flutter os itens que estão corretamente relacionados com este procedimento terapêutico correspondem aos números:
A) 1 3 6
B) 1 2 8
C) 1 4 7
D) 1 5 8

113) Durante a espirometria são avaliados diversos parâmetros, dentre os quais pode-se destacar alguns, citados abaixo:
1) CVF
2) VEF 1
3) PEAK FLOW
4) FEF 25-75%
5) VMV

Numa espirometria que revela um padrão de diagnóstico funcional compatível com um quadro exclusivo de doença pulmonar restritiva, pode-se, com base na literatura, predizer que, provavelmente, estarão alterados os itens de números:
A) 1 3
B) 1 4
C) 1 5
D) 2 3

114) O regime ventilatório no qual se objetiva a manutenção de uma PaCO² entre 25 e 28 mmHg é denominado:
A) normoventilação
B) hiperventilação
C) hipoventilação controlada
D) alta freqüência

115) Das pneumopatias ocupacionais, as pneumoconioses têm grande relevância. A pneumoconiose mais comum no Brasil é a:
A) berilose
B) silicose
C) caulinose
D) talcose

116) Significa o mesmo que unidades terminais da árvore brônquica também conhecida por zona de troca:
A) sacos bronquiolares
B) bronquíolo terminal
C) bronquíolo respiratório
D) ácino

117) Em relação à anatomia da traquéia é correto afirmar:
A) a traquéia tem revestimento pseudo-extratificado e revestimento ciliar
B) principal via de condução aérea logo após a faringe, tendo origem na cartilagem cricóide
C) sua última cartilagem é a carina sendo a mais espessa e a maior delas, dando origem aos brônquios principais extrapulmonares
D) cartilagem em forma de C unida por tecido elástico, fechado posteriormente por músculo fibroso, com diâmetro máximo de 3cm

118) Hiperinsuflação dinâmica corresponde:
A) aumento da pressão de platô
B) aumento da resistência da via aérea
C) PEEP extrínseco
D) auto-PEEP

119) A técnica de ELTGOL consiste em:
A) expiração forçada com fechamento da glote
B)inspiração à nível de CRF e fechamento glótico
C) expiração forçada com abertura da glote seguida de tosse
D) expiração lenta e total com a glote aberta em decúbito lateral

120) Paciente sofreu um trauma e foi internado com um quadro de coleção ou efusão de sangue na cavidade pleural apresentando assim:
A) enfisema
B) herniação
C) hiperventilação
D) hemotórax

121) Os músculos cujas fibras são oblíquas para cima e para dentro e têm uma direção paralela à das fibras do músculo supracostal denominam-se:
A) pequenos supracostais
B) intercostais internos
C) intercostais externos
D) deltóides

122) O músculo que possui dupla origem, uma medial no manúbrio e outra lateral ao terço médio da clavícula é o:
A) trapézio
B) peitoral maior
C) supra-espinhoso
D) esternoclidomastóideo

123) A doença pulmonar difusa, determinada geneticamente como recessiva autossômica, que envolve o mau funcionamento das glândulas exócrinas, com secreções anormais no corpo, alta concentração de sódio e cloro no suor e mau funcionamento do pâncreas, denomina-se:
A) enfisema
B) fibrose cística
C) bronquite
D) asma

124) A inflamação do parênquima pulmonar caracterizada por consolidação e exsudação, causada por uma infecção bacteriana ou viral do trato respiratório inferior, denomina-se:
A) atelectasia
B) bronquiectasia
C) bronquite
D) pneumonia

125) O principal músculo da respiração, cuja forma é de cúpula e separa as cavidades torácicas do abdômen é:
A) diafragma
B) reto abdominal
C) transverso do abdômen
D) oblíquo interno do abdômen
E) oblíquo externo do abdômen

126) O músculo que tem sua inserção nas cartilagens costais da quinta, sexta e sétima costelas e processo xifóide do esterno é:
A) reto do abdômen
B) transverso do abdômen
C) oblíquo interno do abdômen, fibras laterais
D) oblíquo externo do abdômen, fibras anteriores
E) oblíquo interno do abdômen, fibras anteriores superiores

127) Paciente com 8 anos de idade apresenta doença pulmonar obstrutiva, relacionada à hipersensibilidade da traquéia e brônquios, que dificultam a respiração devido a broncoespasmo e aumento na produção de muco. Pode-se dizer que este paciente é portador de:
A) asma
B) enfisema
C) bronquiectasia
D) fibrose cística
E) bronquite crônica



Gabarito

99-C 100-A 101-E102-D 103-B 104-E 105-D 106-B 107-B 108-C 109-B 110-C 111-D 112-B 113-C 114-B 115-B 116-D 117-C 118-D 119-D 120-D 121-C 122-D 123-B 124-D 125-A 126-A 127-A

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Identifique-se para uma troca saudável

Como fazer download no 4shared

Termos de uso

Ano IX - © Tânia Marchezin - Fisioterapeuta - Franca/SP

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger .

TOPO