Procedimento operacional padrão laser HeNe


1.            DEFINIÇÃO

A laserterapia de baixa intensidade ou laserterapia de baixo nível, é uma denominação genérica que define a aplicação terapêutica de lasers e diodos superluminosos monocromáticos de intensidade relativamente baixa (<500 mW), para o tratamento de afecções e lesões (comumentemente <35 j/cm²), geralmente consideradas demasiadamente baixas, para que efetuem qualquer aquecimento detectável dos tecidos irradiados.
Assim, a laserterapia de baixa intensidade é uma modalidade terapêutica atérmica.

2.            OBJETIVO

            Promover analgesia, antiinflamatório, antiedematoso, normalizador da circulação, efeito estimulante sobre o trofismo tissular, aumenta a produção de colágeno.

3.            INDICAÇÃO E CONTRA INDICAÇÃO

Indicações

            Estimulação da cicatrização dos ferimentos, em diversos tipos de feridas abertas, redução da supuração, epitelização total ou quase total, alívio da dor.

Contra-Indicação

            Absoluta: sobre retina, processos neoplásicos, processos bacterianos, áreas de hemorragia.
            Relativa: displasias leves, mastopatias fibrocísticas, leucoplasias, tireóide, marcapasso, epilético, período gestacional.

4.            MATERIAL NECESSÁRIO

            Laser HeNe, óculos de proteção, maca ou cadeira para posicionar o paciente confortavelmente.

5.            ORIENTAÇÃO AO PACIENTE PRÉ-PROCEDIMENTO

Explicar a importância do uso dos óculos de proteção, que o paciente não irá sentir nada durante a aplicação e que o laser HeNe, irá promover a cicatrização de feridas das bordas para o centro da ferida e de baixo para cima da ferida, assim como, irá melhorar o quadro álgico.

6.            FLUXOGRAMA DO PROCESSO

Não aplicável.

7.            DESCRIÇÃO DO PROCEDIMENTO

Responsável: Fisioterapeuta

Pele limpa com soro fisiológico, tricotomia, pele seca (hidratar com óleo de calêndula, após 10 minutos aplicar o laser).
Óculos de proteção lateral (testar a vedação antes, para o paciente e para o terapeuta, se não houver vedação total, isolar os olhos com cartolina preta ou algodão embebido em  água.
A aplicação pode ser feita com várias técnicas: pontual, varredura, varredura pontual; sempre com incidência da caneta à 90º.

8.            ORIENTAÇÃO DO PACIENTE E/OU FAMILIAR PÓS PROCEDIMENTO

            O laser HeNe irá promover um efeito analgésico.

9.            PONTOS CRÍTICOS E RISCOS

            A irradiação representa um risco potencial para os olhos, caso o paciente ou o operador olhe para o feixe na mesma direção do seu eixo longitudinal, em decorrência do alto grau de colimação da luz laser.

10.         REGISTRO

            Registrar na folha de evolução do prontuário do paciente.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Identifique-se para uma troca saudável

Como fazer download no 4shared

Termos de uso

Ano IX - © Tânia Marchezin - Fisioterapeuta - Franca/SP

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger .

TOPO