O que é constante de tempo


Constante de tempo (CT) é o tempo necessário para que ocorra equilíbrio de pressões entre a via aérea e os alvéolos. Equivale ao produto da resistência pela complacência

Em um recém nascido normal, seu valor aproximado é de 0,15 segundos, enquanto que no adulto normal é de 0,30 segundos. 

Em geral, 1 CT equilibra 63% dos alvéolos, 3 CT equilibram 95% dos alvéolos e 5 CT equilibram 99% dos alvéolos. Por isso, em geral, o tempo inspiratório deve ser ajustado para 3 a 5 CT, o que equivale a 0,45 segundos em recém-nascidos e 1 segundo em adultos.

CT = R × C

O que é complacência pulmonar


Complacência (C) é a capacidade elástica do tórax (que é a soma das complacências dos pulmões e da caixa torácica). Ela pode ser definida como a variação do volume pulmonar (ΔV) gerada por uma variação de pressão (ΔP). Quando a complacência diminui, os pulmões são descritos como "duros". Doenças como a síndrome do desconforto respiratório agudo (SDRA/ARDS), a doença da membrana hialina e o edema pulmonar cursam com diminuição da complacência pulmonar.

C = ΔV / ΔP

Onde: C= complacência pulmonar, ΔV= variação de volume, ΔP= variação de pressão.

O que é resistência pulmonar


Resistência (R) é a dificuldade na passagem do ar pelas vias aéreas, podendo ser definida como a variação de pressão (ΔP) necessária para produzir determinado fluxo (Q). Doenças como a asma, a bronquiolite e a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) cursam com aumento da resistência das vias aéreas.

R = ΔP / Q

Onde: R= resistência da via aérea, ΔP= variação de pressão, Q= fluxo de gás.

O que é relação ventilação perfusão


Relação ventilação/perfusão (V/Q) refere-se ao fato de que, para haver trocas gasosas, é necessário haver ventilação e perfusão simultaneamente nas mesmas áreas dos pulmões. Há dois tipos de desequilíbrio da relação V/Q: shunt e espaço-morto, ambos cursando com hipoxemia. 
Shunt ocorre quanto há áreas pulmonares perfundidas, porém não ventiladas (pneumonia, atelectasia). Assim, o sangue não oxigenado ganha a circulação sistêmica (shunt direita-esquerda). 
Espaço-morto ocorre quando há áreas pulmonares ventiladas, porém não perfundidas (embolia pulmonar, hipertensão pulmonar). Assim, o ar retorna à atmosfera sem participar de trocas gasosas.

O que é falência respiratória


Falência respiratória é a incapacidade de manter oxigenação e/ou ventilação adequadas, a despeito da utilização de terapias conservadoras (p. ex., administração de oxigênio, broncodilatadores, etc.). Pode ocorrer na presença de hipoxemia grave (PaO2 < 60 mm Hg com FiO2 > 60 %), acidose respiratória grave (PaCO2 > 50 mm Hg e pH < 7,25) ou ambos.

As principais causas de falência respiratória são: baixa complacência, alta resistência, desequilíbrio da relação ventilação/perfusão, hipoventilação (central ou periférica), alteração da membrana alvéolo-capilar, trauma crânio-encefálico ou torácico e redução da superfície de troca pulmonar.

Como fazer download no 4shared

Termos de uso

Ano IX - © Tânia Marchezin - Fisioterapeuta - Franca/SP

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger .

TOPO